Reprodução
Reprodução

Nove mentiras prejudiciais que dizemos a nós mesmos

Consultora afirma que, às vezes, os maiores obstáculos são os que nós criamos

Estadão PME,

16 de janeiro de 2015 | 07h21

De acordo com a CEO da empresa Lead From Within, Lolly Daskal, os pensamentos são mais poderosos do que as pessoas imaginam. Eles controlam as expectativas e a capacidade de ser bem sucedido. A consultora afirma que é fácil as ilusões e mentiras ganharem raízes e crescerem e, se não forem controladas, podem causar sérios danos. Por isso, ela fez uma lista, publicada no site Inc, com nove mentiras que podem ser prejudiciais para qualquer pessoa e podem servir de alerta.

::: Saiba tudo sobre :::

Mercado de franquias

O futuro das startups

Grandes empresários

Minha história

1 - Eu tenho que ser perfeito

Lolly afirma que mesmo que a perfeição fosse viável, não é uma meta saudável. Lembre-se que os erros são parte do ser humano - e às vezes eles são nossos professores mais valiosos.

2 - Minha vida é mais difícil do que qualquer outra pessoa

Todo mundo enfrenta dificuldade e crise. Lidar com todos os desafios, problemas e dificuldades é uma forma de aprender e crescer.

3 - Se eu ignorar, ela vai embora

Não adianta evitar as verdades por um tempo. A consultora alerta que a realidade sempre aparece, e, quanto mais você esperar pior fica.

4 - Eu sou muito jovem, ou eu estou muito velho

Como exemplo, Lolly cita que Mozart já era competente no teclado e violino aos 5 anos e Nelson Mandela tornou-se presidente da África do Sul aos 76. Segundo Lolly, você nunca é demasiado jovem ou demasiado velho.

5 - Eu não sou apenas o tipo feliz

A consultora afirma que sempre haverá dificuldades e é preciso saber como lidar com elas. "Lembre-se, a felicidade não é algo que nós somos; é algo que nos tornamos através de nossas escolhas", diz.

6 - Eu não julgo as pessoas

Lolly afirma que todos nós julgamos as pessoas. E segundo os pesquisadores, tiramos a primeira conclusão em menos de um segundo.

7 - Se eu seguir meu coração, tudo vai dar certo

Lolly recomenda: seguir o coração é bom, mas nunca isso deve substituir o intelecto e a intuição. "Aponte para o equilíbrio", diz.

8 - Eu não tenho uma escolha

"Temos sempre uma escolha. É fácil culpar os outros, ou o destino, para os nossos resultados, mas aceitar a responsabilidade para si e para suas ações é uma parte essencial de sua humanidade", afirma.

9 - Meu valor é determinado pelo meu trabalho    

Lolly diz que nenhuma única faceta da vida determina o seu valor.  

Tudo o que sabemos sobre:
mentiraestadão pmedicas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.