Telefonia Móvel: Nextel segue na liderança

Telefonia Móvel: Nextel segue na liderança

Atendimento tem ganhado importância entre empresários. TIM tem variação positiva. Já a Vivo quer crescer com 5G

Redação, São Paulo

29 de agosto de 2019 | 19h55

O segmento de telefonia móvel foi liderado mais uma vez pela Nextel, que obteve 55 pontos no índice de aprovação entre PMEs, que neste ano valorizaram mais o atendimento ao cliente – 49% dos entrevistados disseram que o relacionamento é importante em 2019, enquanto esse número foi de 37% em 2018.

Confira o especial multimídia com os vencedores do Escolha PME 2019

Para Pedro Arakawa, diretor executivo de Marketing, Vendas e Satisfação dos Cliente da Nextel, este retorno é fundamental. “Cuidar bem desses clientes, para nós, é questão de honra. Para essas pessoas, o celular é a principal plataforma de acesso à informação e de gestão.”

A qualidade dos produtos, entretanto, ainda é o carro-chefe para os PMEs e a Nextel tem ofertas voltadas para eles. “Todos os nossos planos são simples e com internet sem bloqueio, já que eles não podem ficar desconectados. Aliás, a internet é cada vez mais fundamental para esse público e uma conta sem surpresas ao fim do mês faz toda a diferença para quem está empreendendo”, diz Arakawa.

TIM tem variação positiva

A TIM alcançou a segunda posição, com 51 pontos, e foi a única empresa com variação positiva em 2019. Rafael Marquez, diretor de Marketing para o segmento corporativo da empresa, afirma que a TIM “tem procurado oferecer serviços específicos para esses empresários, como a possibilidade de colocar um ramal em uma linha de celular”. O diretor avalia ainda que a cobertura 4G também é relevante para o resultado.

Marquez diz que a prioridade da empresa é ser vista no mercado como mais do que apenas uma fornecedora de serviços de telefonia. A TIM pretende ser uma parceira de negócios. Um exemplo dessa atitude, explica o executivo, é ajudar os PMEs a colocarem seus arquivos online, algo que nem todos os empresários sabem como fazer. 

A companhia mantém parcerias com outras empresas que são fornecedoras de armazenamento em nuvem. “Os empresários estão cada vez mais conectados e essas ferramentas podem trazer ganhos de eficiência”, acredita. Outro serviço que pode ser útil a esse segmento, na avaliação de Marquez, é a gestão remota, que permite acompanhar os processos a distância.

Vivo quer crescer com 5G

A Vivo caiu uma posição no ranking, aparecendo em terceiro lugar em 2019, com 42 pontos no índice de satisfação do Escolha PME. O vice-presidente B2B da Vivo, Alex Salgado, afirma que a estratégia da empresa para satisfazer melhor as pequenas e médias empresas passa pela tecnologia 5G, que promete velocidades de download muito mais rápidas do que as atuais, em celulares e outros dispositivos móveis, e deve ser implementada em breve no País.

“Já estamos preparando nossa rede para a chegada do 5G, cujo leilão de frequências deve ocorrer no início do próximo ano”, afirma Salgado. De acordo com o executivo, a implementação da estrutura agora depende mais do governo, que precisa confirmar o calendário das licitações. 

Salgado também menciona o atendimento exclusivo às PMEs como um dos diferenciais da operadora. “Nos preocupamos em democratizar soluções em tecnologia para o setor através de nosso canal de relacionamento”, diz. Esse canal conta com milhares de vendedores e recebe mais de dois milhões de acessos por mês (tanto por telefone quanto pela internet) apenas de pequenas empresas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.