Divulgação
Divulgação

Netshoes recebe aporte de US$ 170 mi de fundo soberano de Cingapura

Investimento será canalizado para cobrir despesas financeiras e engrossar capital de giro do e-commerce brasileiro

Estadão PME,

06 de maio de 2014 | 11h58

A Netshoes, uma das principais empresas de varejo online fundadas no Brasil, acaba de receber um aporte de US$ 170 milhões (cerca de R$ 378,59 milhões) do  fundo soberano de Cingapura, o GIC.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

O investimento é o maior já recebido pela empresa, que em 2013 atingiu receita líquida de R$ 965 milhões. Com o dinheiro, a Netshoes vai, basicamente, cobrir as despesas financeiras da operação e incrementar o capital de giro da companhia, que no último ano, registrou crescimento de 21% em faturamento.

Em nota, Marcio Kumruian, CEO e fundador da Netshoes, afirma que o aporte será importante para os anseios de expansão da empresa. "A entrada do GIC, assim como a evolução dos resultados financeiros e o comprometimento dos atuais acionistas nos motivam ainda mais a seguir buscando nossos objetivos: a continuidade do plano de crescimento sustentável, sem abrir mão de investir pesado em inovações que aprimorem a experiência de compra de nossos clientes", diz.

Com mais de US$ 100 bilhões em ativos sob gestão, o GIC passará a contar com uma vaga no conselho de administração, que atualmente é formado pelo alto corpo executivo da companhia, integrantes dos fundos de investimentos e conselheiros como Paul Tagliabue (ex-dirigente da NFL), Cassio Casseb (ex-presidente do Banco do Brasil) e Nilesh Lakhani (ex-CFO da Yandex).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.