Estadão
Estadão

Necessário para o bem do negócio

Visa e MasterCard ganham destaque em setor essencial

Estadão PME

30 de maio de 2016 | 05h00

Os pagamentos com cartões, sejam eles realizados a partir de transações de crédito ou débito, são uma realidade massiva nos estabelecimentos comerciais do Brasil. Mesmo microempreendedores, como vendedores de comida de rua ou artesãos, já veem neste meio de pagamento uma forma de ampliar o leque de clientes dos seus negócios.

Conforme indica levantamento realizado pela MasterCard, 91% dos comerciantes brasileiros acreditam que aceitar cartões de débito aumenta as possibilidades de vendas e 62% afirmam que receber por meio de cartões reduz custos operacionais da transação, afinal, carregar dinheiro pode ser perigoso para o empresário e para o consumidor. Diante disso, o ‘Escolha PME’ avaliou a satisfação do empreendedor com as chamadas bandeiras de cartões, empresas responsáveis pela mediação entre o empresário e os órgãos emissários dos cartões. 

Expansão da MasterCard inclui PMEs

Eleita a bandeira que oferece o maior índice de satisfação para o empreendedor, a MasterCard recebeu avaliação de 69,3pontos dos empreendedores consultados, com média simples de 7,89 em uma escala de zero a dez. 

Para o VP de Desenvolvimento de Aceitação e Negócios da MasterCard Brasil e Cone Sul, Alexandre Brito, o trabalho de orientação financeira aproxima o fornecedor do pequeno e médio empresário e, assim, permite sua fidelização. O especialista credita a isso a preferência dada à MasterCard pelos empreendedores. Porém, para Brito, ainda há um vasto caminho a ser percorrido.

“A indústria de cartões abastece apenas 31% do consumo privado no Brasil”, pondera o executivo. “Nosso foco para aumentar a presença da MasterCard é justamente a ampliação de serviços para os pequenos e médios empresários”, analisa Brito. O principal atributo de escolha nesta categoria foi o melhor custo-benefício, seguido pela excelência na qualidade dos serviços e pelo atendimento.

Para Visa, tecnologia é fundamental

Associar o uso do cartão a oferta de benefícios é a estratégia da Visa, segunda bandeira de cartões melhor avaliada pelos empreendedores consultados pela pesquisa ‘Escolha PME’. Entre as vantagens que o cliente da marca encontra, estão descontos em grandes redes, clubes de negócios e linhas adicionais de crédito sob medida. 

Conforme explica a diretora executiva de Produtos da Visa do Brasil, Karen Silva, avançar entre os pequenos e médios empresários garante o alcance da marca, que tem índice de satisfação de 64,4 pontos. A marca, que é a segunda colocada, aparece como principal objeto de desejo dos consumidores entrevistados. 

“A Visa não faz nenhum movimento contraditório. A aposta é na evolução em tecnologia e antecipação de novas tendências. Todo esse contexto gera credibilidade”, explica Karen. Na esteira dos serviços móveis, a empresa estuda, por exemplo, a criação de novos aparelhos de pagamento que não prescindam dos dispositivos tradicionais, como o cartão e a maquininha.

Tudo o que sabemos sobre:
BrasilMasterCardVisa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.