Reuters
Reuters

Músico diz que Red Hot Chili Peppers dublou apresentação no Super Bowl; o que aprender

Pequeno empresário pode retirar ensinamentos da apresentação da banda do último domingo: seja sincero com os fãs

DANIEL FERNANDES, ESTADÃO PME,

05 de fevereiro de 2014 | 12h05

 A apresentação da banda norte-americana Red Hot Chili Peppers, ao lado do cantor Bruno Mars, no intervalo do Super Bowl gerou desde domingo (2) uma série de controvérsias. Aos mais atentos, as câmeras mostravam os instrumentos do baixista Flea e do guitarrista Josh Klinghoffer desplugados de amplificadores. 

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

A conclusão a que muitos chegaram, sobretudo nas redes sociais, é de que a apresentação havia sido pré-gravada e que os artistas estavam dublando a música Give It Away no palco.

Ontem, no site oficial da banda, o baixista e um dos fundadores do RHCP postou um comunicado para esclarecer a situação. De acordo com o que Flea escreveu, 'quando a banda foi consultada pela NFL (entidade que administra o futebol americano) e por Bruno para tocar no Super Bowl, foi informado claramente para a banda que os vocais seriam 'ao vivo', mas que o baixo, a guitarra e a bateria seria pré-gravadas'.

O músico informa ainda aos fãs, por meio do comunicado, entender a decisão dos organizadores. 'Eu entendo a decisão da NFL levando-se em consideração o fato de que eles têm apenas alguns minutos para preparar o palco, há um zilhão de coisas que podem dar errado e arruinar o som para quem acompanha no estádio ou pela televisão'.

Flea encerra o comunicado elogiando Bruno Mars e afirmando: 'Eu faria tudo da mesma forma novamente'

O que aprender? Há algo que os empreendedores podem extrair do incidente. Bandas, muitas vezes, são como empresas - algumas, de fato, se transformaram em corporações gigantescas. E os fãs são em certa medida seus clientes. E clientes muito exigentes. Por isso, em se tratando de fãs/clientes, é preciso ser honesto e sincero se você músico ou empreendedor pretende cativá-los para sempre. O melhor seria a banda ter avisado antes sobre a gravação da parte instrumental da música. Como não o fez, o mínimo seria comunicar e esclarecer o ocorrido, como a banda fez por meio do comunicado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.