Reprodução
Reprodução

Museu na palma da mão atrai quase mil financiadores

Em pouco tempo, empreendedor levantou US$ 190 mil para investir no seu projeto

Estadão PME,

24 de fevereiro de 2014 | 06h30

Inspirado na carreira do pai, Hans Fex teve uma ideia diferente. Montar um pequeno quadro com fragmentos antigos de milhões de anos. Ele criou o mini museum e submeteu o projeto ao site de financiamento coletivo Kickstarter com objetivo de levantar US$ 38 mil para viabilizar o negócio, mas já arrecadou  mais de US$ 190 mil.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Essa coleção é composta por material extraído de meteoritos com mais de quatro bilhões de anos e material que promete ter sido parte de espécies de dinossauros.

Os produtos também têm itens curiosos, como rochas do Monte. Everest, carvão do Titanic e até mesmo pedaços do módulo de comando da Apollo 1.

Cada mini museum será diferente dos demais. Eles serão confeccionados manualmente, diz o empreendedor.

Fex informa que serão três tamanhos: pequeno, com 11 fragmentos; médio, com 22; e grande, com 33.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.