Adriano Faleiros/AE
Adriano Faleiros/AE

Micro e pequenas empresas desaceleram em junho, aponta Sebrae

Apesar de faturamento 1,8% maior que em igual período de 2011, mês registrou queda se comparado a maio, abril e março últimos.

Estadão PME,

16 de agosto de 2012 | 16h35

As micro e pequenas empresas paulistas registraram crescimento de 1,8% no faturamento de junho de 2012, em comparação ao mesmo mês do ano passado. O levantamento foi divulgado nesta quinta-feira (16) pelo Sebrae-SP.

O resultado aponta para alta de R$ 701 milhões no faturamento do setor. Cifras que, embora positivas, sinalizam uma desaceleração no segmento – em maio, o crescimento havia sido de 10,3% sobre igual momento em 2011.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

As empresas também pisaram no freio quando se observam os dois meses anteriores, abril e março, com altas de, respectivamente, 9,9% e 10,3% com os mesmos meses no ano passado.

Indútria. De volta aos números de junho, quem puxou a fila do crescimento foi a indústria, que registrou alta de 2,8%, seguida pelo segmento de serviços (2,1%) e as empresas do comércio (1,3%).

“Em maio, as MPEs costumam ser beneficiadas pelas vendas do Dia das Mães. Além disso, junho teve dois dias úteis a menos que maio", explica, em nota, o Sebrae.

"O mercado de trabalho vem tendo bom desempenho, com a ocupação e o rendimento dos brasileiros apresentando evolução positiva, o que tem favorecido as vendas das MPEs, particularmente nos setores de serviços e comércio”, afirma Bruno Caetano, superintendente do Sebrae-SP.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.