Hudson Cavalcanti
Hudson Cavalcanti

Melitta lança equipamento de café e amplia opções para cafeterias especiais

Equipamento Amano, que inclui estação de filtragem de café e suporte com regulagem de tempo, chega ao Brasil de olho em experiências para amantes da bebida

Ana Paula Boni, O Estado de S.Paulo

08 de fevereiro de 2022 | 18h39

A Melitta, marca cujo principal método de filtragem de café é praticamente onipresente nos lares brasileiros, lançou nesta semana no Brasil o equipamento Amano, para incrementar a experiência da bebida. Composto de um suporte com jarra de vidro e um coador com válvula para regular a passagem do café por meio de um filtro de papel, o Amano mira coffee lovers e empreendedores, para uma nova experiência em casa e também em pequenas cafeterias especiais.

Métodos de café filtrado ou coado são variados e incluem suportes de plástico, vidro, cerâmica, com ou sem filtro de papel, sanfonados ou lisos - uma inifinidade de equipamentos oriundos de vários países. Reportagem de 2017 do Paladar listava pelo menos 15 maneiras de se fazer café com métodos filtrados, presentes em várias cafeterias especiais de São Paulo.

A cafeteria Kofi & Co, citada na reportagem, hoje já possui mais de 30 formas de preparar café e é ponto de encontro de coffee geeks. Agora, com o Amano, os empreendedores podem agregar mais um método ao seu negócio.

De acordo com Ensei Neto, colaborador do Estadão e consultor de cafés que guiou uma degustação com o Amano na última segunda-feira, 7, o novo método permite uma exploração maior na degustação, já que é possível segurar a válvula do filtro e deixar a água em contato com o pó do café por mais ou menos tempo.

“Um café com notas ácidas, ao ficar um pouco mais de tempo na água, acentua as arestas da acidez. Se o mesmo café passar direto mais rápido, ele carrega mais notas de caramelo”, explicou Ensei, ao servir um mesmo café com tempos diferentes de extração. Assim, o consumidor pode alcançar variadas notas sensoriais na xícara.

O Amano, que chega ao País no valor de R$ 1.149, pode ser escolhido como método para se tomar café in loco na loja-conceito da Dengo Chocolates,  em Pinheiros, onde ocorreu a degustação guiada por Ensei.

O equipamento, lançado em 2020 na Alemanha, ganhou o prêmio de design Red Dot Design Winter naquele mesmo ano. Hoje, está presente em outros 10 países da Europa, como Bélgica, Dinamarca, França, Suíça e Reino Unido. 

Ele faz parte da linha especial Momentum, conta João Domingos Michaliszyn, gerente de Grupo de Produtos na Melitta Brasil, que deve lançar em breve mais produtos voltados para um público consumidor amante de café.

Os lançamentos - como estações de café com depósito para água e balança - não são voltados exclusivamente para empreendedores, ressalta Michaliszyn, segundo quem a marca mira também experiências gastronômicas domésticas.

Tudo o que sabemos sobre:
empreendedorismocafébebidaEnsei Neto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.