Divulgação
Divulgação

Mala ganha versão inteligente conectada com smartphone

Usuário pode bloquear bagagem e ser avisado quando alguém tentar abrir a mala

Estadão PME,

27 de outubro de 2014 | 07h11

Celulares, relógios e televisões ganharam a companhia da palavra smart com o avanço tecnológico. Agora chegou a vez da mala de viagem ganhar sua versão inteligente. Batizada de BlueSmart, a mala foi projetada para ser controlada a partir do telefone. O usuário pode bloquear ou desbloquear a mala, carregar o celular, pesá-la, rastrear sua localização e ainda ser notificado se alguém tentar abrir sua bagagem. O produto foi lançado em campanha no site de financiamento coletivo Indiegogo e já faz sucesso.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Faltando 29 dias para a campanha terminar, 2,1 mil pessoas já apoiaram o produto com US$ 524,3 mil desde o dia 20 de outubro. Os primeiros apoiadores conseguiram garantir a mala por US$ 195 e US$ 215. Agora, o preço é de US$ 235, sendo que a previsão é que o produto seja vendido no varejo por US$ 450.

A equipe de desenvolvedores buscou soluções para ajudar o viajante moderno. Nada de disputar as tomadas dos aeroportos para carregar o celular. A bateria da BlueSmart permite carregar um smartphone seis vezes. E ainda é possível carregar dois dispositivos ao mesmo tempo.

A mala também tem sensores de proximidade e ferramenta para rastrear a localização da mala.

O usuário ainda terá acesso a um relatório em tempo real com os dados das viagens, como quilômetros percorridos e aeroportos visitados. A equipe de desenvolvedores tem protótipos da mala e a entrega dos produtos comprados na campanha no Indiegogo está prevista para julho de 2015. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.