Reprodução
Reprodução

Mala estufa e aumenta de tamanho para guardar as compras durante as viagens

Mala Fugu foi lançada em campanha no site de financiamento coletivo

Estadão PME,

28 de novembro de 2014 | 11h05

O peixe fugu, conhecido no Brasil como baiacu, estufa e aumenta de tamanho quando se sente ameaçado e serviu de inspiração para o nome de uma mala que tem a proposta de atender todas as necessidades do viajante. Do tamanho de uma mala tradicional, ela também pode expandir e aumentar consideravelmente o espaço para guardar as compras feitas durante a viagem.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

A ideia dos desenvolvedores foi pensar em uma solução para atender as necessidades da pessoa que viaja com apenas uma mala, mas acaba voltando da viagem com muitas compras, por exemplo. Assim, a mala Fugu pode ser usada como uma mala de tamanho tradicional com rodinhas e depois pode aumentar de tamanho e ainda ser utilizada como uma mesa. A mala ainda inclui prateleiras (removíveis) que ajudam a manter os objetos organizados.

Os desenvolvedores trabalharam um ano no protótipo e lançaram o produto por meio de uma campanha no site de financiamento coletivo Kickstarter. O dinheiro vai ajudar a terminar o desenvolvimento do produto e financiar a primeira rodada de produção. A mala já bateu a meta inicial de US$ 50 mil e já conseguiu arrecadar US$ 267 mil de 966 pessoas.

Durante a campanha, a mala pode ser comprada por US$ 219. A previsão é que o produto seja vendido no varejo por US$ 350. A campanha segue até o dia 13 de dezembro no Kickstarter.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.