Loja de 76 anos foca em pés grandes e fatura R$ 5 milhões

Fundada em 1938 por refugiados judeus da Alemanha nazista, Casa Eurico tem sapato do número 40 ao 50

Renato Jakitas, Estadão PME,

03 de novembro de 2014 | 07h06

Fundada em 1938 por um casal de imigrantes alemães no bairro de Moema, zona sul de São Paulo, a Casa Eurico se especializou em vender calçados para pés do número 40 ao 50.

Nídia Rosenthal, terceira geração da família no comando do negócio, participou do Estadão PME Entrevista, programa da Rádio Estadão que foi ao ar no sábado, 1, e contou como o negócio, que optou pelos produtos de numeração avantajada sobrevive ao tempo e, ainda por cima, chega em 2014 com um faturamento estimado de R$ 5 milhões, o mesmo registrado no ano anterior.

1º Bloco

Entre outras curiosidades, ela conta que o maior pé que eles já antederam foi um homem que calçava sapatos 56. Sem um produto desses no mercados, foi preciso tirar medidas e enviá-las para as fornecedoras para atender a demanda gerada. (Clique na imagem para ouvir a entrevista)

2º Bloco

Na segunda parte do programa, Nídia Rosenthal conta como investe no atendimento, que passa por manter na loja uma mesma vendedora há 50 anos, profissional que continua a atender a colônia de imigrantes ou filhos de imigrantes em alemão cativo. Esse e outros investimentos no atendimento, diz a empresária, faz-se necessário já que muitos dos clientes, sobretudos as mulheres, chegam envergonhadas com o tamanho do pé. (Clique na imagem para ouvir a entrevista)

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.