Werther Santana|Estadão
Werther Santana|Estadão

Lindolfo Martin: ‘franquia nasceu para crescer, não para ficar pequena’

No segundo dia da Semana Pró-PME, fundador da Multicoisas conversou com empreendedores sobre como expandir uma marca

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2017 | 16h13

Os desafios do empreendedor para transformar um negócio pequeno em uma rede de franquias foi tema do bate-papo entre Lindolfo Martin, fundador e presidente da Multicoisas, e empreendedores que estão participando do segundo dia da Semana Pró-PME. Na tarde desta sexta-feira (27), em São Paulo, o empresário contou como construiu uma rede com 204 lojas com o investimento equivalente ao valor de um fusca. 

 “O empreendedor tem que fazer o que pode. Meu capital inicial era um fusca. Eu fiz balcões, arrumava prateleiras,  fazia tudo na loja. Quando você está começando não tem dinheiro para fazer tudo o que quer. Mas também não pode desistir.”

A expansão da Multicoisas começou devagar. Porém, quando foi formatado o plano da marca para virar franquia, centenas de novas unidades foram inauguradas nos últimos anos.  “Quando abri a primeira filial da loja, em Campo Grande, tive vontade de abrir franquia. Quando você abre uma filial, você divide tudo da empresa, o capital, a equipe, os investimentos, a sua energia. Você aprende a dividir o todo”, explicou.

Para o empresário, empenho e determinação são fundamentais para fazer um negócio prosperar. Mas a visão de negócios deve nortear os passos do empresário.  “Franquia nasceu para crescer, não para ficar pequena.”

Confira a cobertura da #SemanaProPME

Tudo o que sabemos sobre:
Franquia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.