Divulgação
Divulgação

Lava-rápido em São Paulo promete deixar o carro limpo em menos de três minutos

Mercado tem muita concorrência, por isso mesmo, inovação que chega ao País pode fazer a diferença

Rodrigo Rezende, Estadão PME,

26 de agosto de 2013 | 07h00

Miguel Santos Neto é dono da Mr. Green, empresa de produtos de limpeza que também tem itens para o cuidado com o carro. Para aumentar a divulgação da marca e demonstrar como os produtos funcionam, Neto decidiu abrir um lava-rápido, mas quis diferenciar o estabelecimento da concorrência. Para isso, o empresário importou uma tecnologia que promete lavar o carro em 2,5 minutos. E foi além: montou um bar dentro da loja.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + :: 

O empreendimento foi inaugurado há pouco mais de 15 dias na zona norte da capital. Neto conta que levou dez meses para planejar o negócio e investiu R$ 1,2 milhão. Ele espera alcançar faturamento mensal de R$ 90 mil a R$ 100 mil.

O maquinário de lavagem de automóveis veio dos Estados Unidos. Naquele país, informa Neto, a tecnologia é usada há 40 anos. Além de lavar carros rapidamente, o equipamento é mais sustentável, segundo o empreendedor.

"Lavamos um carro com 36 litros de água e reaproveitamos 85%, pois o sistema filtra parte da água, trata e reutiliza", explica Neto. O local conta também com um bar com capacidade para 40 pessoas, que oferece salgados, lanches, cafés, e cervejas especiais. Neto adianta que está construindo uma segunda loja em Florianópolis, mas essa só será inaugura da no ano que vem.

Mercado. Não há um número preciso de negócios especializados em lavagem de veículos, o chamado lava-rápido. De acordo com especialistas, entretanto, a proposta de Miguel Neto pode ganhar espaço no mercado justamente porque ela agrega inovação a um tipo de negócio que costuma ser igual.

Mas além da tecnologia, quando o assunto é lava-rápido, o empreendedor chama a atenção caso consiga agregar valor ao serviço oferecido - seja por conta do atendimento impecável ou pela apresentação do local onde os veículos são lavados. O principal fator de diferenciação, entretanto, deve ser a qualidade da lavagem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.