Adriano Faleiros/AE
Adriano Faleiros/AE

Indústria: faturamento de pequenas e microempresas cai 2,5% em setembro

Pesquisa do Sebrae-SP aponta estabilidade no faturamento em outros setores

Estadão PME,

16 de novembro de 2011 | 12h00

 As pequenas e microempresas paulistas apresentaram estabilidade no faturamento (+ 0,1%) em setembro ante o mesmo período de 2010. No entanto, apesar do patamar positivo, o setor industrial registrou, pelo quarto mês consecutivo, uma queda na receita de 2,5% em comparação com setembro do ano passado, segundo pesquisa realizada pelo Sebrae/SP. Os efeitos dos aumentos dos juros básicos e a concorrência com produtos importados em alguns segmentos contribuíram para a queda na receita.

O setor de serviços apresentou pequena retração (-0,6%), interrompendo uma trajetória de crescimento contínuo desde outubro de 2009. No comparativo com o mesmo período de 2009, as pequenas e microempresas deste setor cresceram 25,4%.  Já o comércio teve um crescimento de faturamento de 1,9% sobre setembro de 2010. No comparativo com agosto de 2011, setembro apresentou queda de 9,6%, o que está relacionado ao menor número de dias úteis em setembro de 2011.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

Na variação mês a mês, o faturamento médio das pequenas e microempresas de São Paulo teve queda de 6,5%  em relação ao desempenho registrado em  agosto.

As expectativas dos empresários paulistas, a curto prazo, seguem cautelosas. De acordo com o Sebrae, os empreendedores projetam estabilidade para o faturamento nos próximos seis meses, sendo que 48% acreditam em manutenção da receita da empresa.

Com estes resultados, a receita total das micro e pequenas empresas paulistas durante o mês de setembro foi de R$ 26,9 bilhões, R$ 1,86 bilhões a menos que o mês de agosto de 2011 e R$ 31,6 milhões a menos que setembro de 2010.

::: LEIA TAMBÉM :::

:: Indústria já deu sinais claros de desaquecimento do setor ::

:: Pessimismo dos industriais com economia do País sobe ::

:: Otimismo da indústria é o menor desde abril de 2009 ::

:: Indústria nacional não suporta a carga tributária ::

Tudo o que sabemos sobre:
IndústriaEconomia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.