Guarda-chuva fecha para o lado inverso
Guarda-chuva fecha para o lado inverso

Guarda-chuva abre e fecha do lado inverso e não molha usuário

Dispositivo deve chegar ao mercado em abril do ano que vem

Estadão PME,

26 de maio de 2015 | 07h07

A força do vento nunca mais vai virar seu guarda-chuva ao avesso. Pelo menos é o que promete a empresa de design Kaz Designs, liderada pelo engenheiro da Aeronáutica aposentado Jenan. A partir da lógica da abertura das pétalas de uma flor, a equipe criou o KAZbrella, projetado para fechar ao contrário.

::: Saiba tudo sobre :::

Mercado de franquias

O futuro das startups

Grandes empresários

Minha história

Diferentemente dos guarda-chuvas convencionais, o dispositivo criado por Jenan mantém a face molhada pela chuva do lado de dentro quando o objeto é fechado, evitando o contato com a roupa ou outras superfícies que não querem estar molhadas.

"Entendemos que um guarda-chuva tem que fazer mais do que sua função convencional. Precisa ter uma boa aparência também. Acreditamos no projeto de engenharia inteligente", explica o líder da equipe da Kaz Designs.

A previsão é que o produto esteja disponível no mercado a partir de abril do ano que vem. Por hora, a equipe de idealizadores mantém uma campanha de financiamento coletivo no portal Kickstarter e já conquistou mais de 2 mil apoiadores.


Tudo o que sabemos sobre:
Guarda-chuvadesignersdispositivovento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.