Reprodução
Reprodução

Ganhador do Emmy, Roger Linn desenvolve instrumento parecido iPhone gigante

LinnStrument, do americano Roger Linn, quer descartar aparelhos acústicos tradicionais

Estadão PME,

10 de outubro de 2014 | 06h58

 Um instrumentista e criador de aparelhagem de som quer aposentar os seus instrumentos acústicos tradicionais. Para isso ele quer popularizar um instrumento criado por ele próprio, o LinnStrument.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

O aparelho mal parece um instrumento musical. Trata-se de uma tábua retangular pontuada por luzes coloridas que se assemelha a um iPhone gigante. A diferença dela para outros instrumentos eletrônicos, segundo Linn, é que ela permite que que os sons sejam modulados segundo as habilidades expressivas do instrumentista, como um saxofone ou um violino. É como a diferença entre o piano e o teclado eletrônico. No segundo, o som reproduzido será o mesmo independente da forma e força que você aplique à cada. O piano, por outro lado, permite inúmeras nuances de som conforme a habilidade do pianista.

O criador do novo instrumento, Roger Linn, é conhecido no meio pelas suas inovações para a música digital nos anos 80, como o PMC60, o primeiro a reproduzir batidas de bateria.

"O ímpeto de criar esse novo instrumento expressivo vem da minha observação de que a música está sendo feita basicamente usando coisas pré-determinadas. Há poucos instrumentos digitais que permitem ao artista se expressar como nos acústicos", afirmou em entrevista à Forbes.

Veja um exemplo:

 

Roger Linn ganhou um Grammy em 2011 por suas contribuições à música em vida. Ele também já tocou e compôs com importantes artistas, como Eric Clapton e Leon Russel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.