Andre Lessa/AE
Andre Lessa/AE

Franquias de cosméticos e perfumaria rendem faturamento mensal de até R$ 70 mil

Interessado deve pesar uma série de fatores antes de adquirir uma franquia. Afinidade com o mercado é fundamental

estadão pme,

21 de junho de 2012 | 06h20

 Um dos setores mais promissores de franquias no País é aquele que envolve marcas de cosméticos e perfumaria. A boa notícia é que além de promissor, o segmento pode render um faturamento médio mensal de até R$ 70 mil, como é o caso da marca Contém 1G Make Up.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Se você está pensando em adquirir uma franquia, esta pode ser uma boa opção. De qualquer maneira, antes de tomar qualquer decisão, é preciso avaliar se você tem afinidade com o segmento. Trata-se de um mercado bastante específico e, portanto, o desempenho do empresário será proporcional ao conhecimento que ele detém do ramo.

Além disso, é preciso investigar o local onde o investidor pretende abrir a franquia. A localização é fundamental para atingir a meta de faturamento estabelecida pelas redes. Se você está interessado no setor de cosméticos e perfumarias, separamos informações de cinco empresas.

Água de Cheiro

Unidades franqueadas: 747

Faturamento médio mensal: R$ 35 mil

Retorno: entre 24 e 36 meses

Investimento total: entre R$ 80 mil e R$ 145 mil

Ares Perfumes

Unidades franqueadas: 17

Faturamento médio mensal: R$ 18 mil

Retorno: entre 6 e 12 meses

Investimento total: R$ 50 mil

Cazo

Unidades franqueadas: 94

Faturamento médio mensal: R$ 30 mil

Retorno: entre 24 e 30 meses

Investimento total: entre R$ 64 mil e R$ 110 mil

Contém 1G Make Up

Unidades franqueadas: 163

Faturamento médio mensal: R$ 70 mil

Retorno: entre 24 e 36 meses

Investimento total: a partir de R$ 335 mil

Mahogany

Unidades franqueadas: 150

Faturamento médio mensal: R$ 55 mil

Retorno: entre 36 e 48 meses

Investimento total: entre R$ 215 mil e R$ 300 mil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.