Segmento de alimentação cresceu 12% e faturou R$ 12,760 bilhões
Segmento de alimentação cresceu 12% e faturou R$ 12,760 bilhões

Franquias crescem 11,2% e movimentam R$ 63 bilhões no 1º semestre

Esporte, saúde, beleza e lazer foi o segmento que mais cresceu no período: 24%

Estadão PME,

26 de agosto de 2015 | 10h44

As franquias seguem registrando crescimento no faturamento. Dados divulgados nesta quarta-feira, 26, mostram que o setor movimentou R$ 63,885 bilhões no primeiro semestre, uma alta de 11,2% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando o faturamento foi de R$ 57,464 bilhões, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF).

::: Saiba tudo sobre :::

Mercado de franquias

O futuro das startups

Grandes empresários

Minha história

No recorte do segundo trimestre, o aumento foi de 13,1%, passando de 28,774 bilhões no ano passado para R$ 32,537 bilhões - resultado impactado pela realização da Copa do Mundo. No mesmo período, o número de lojas aumentou 3,1% e o fechamento de unidades atingiu 1,2%. 

Segundo a presidente da ABF, Cristina Franco, o franqueador tem feito nos últimos doze meses sua lição de casa, com redução de custos, motivação de equipe de vendas, otimização de processos, renegociações e alteração no mix de produtos, além de treinamentos. "No franchising não há zona de conforto. Mesmo quando o mercado vai bem, um presta contas para o outro. Essa prática é contínua", disse Cristina, em nota.

A pesquisa ainda mostra o desempenho das franquias por segmentos: todos registraram crescimento. Esporte, saúde, beleza e lazer foi o que registrou a maior alta: 24% no primeiro semestre ao alcançar um faturamento de R$ 11,505 bilhões.

O segmento de hotelaria e turismo aparece em seguida com R$ 4,901 bilhões e uma alta de 15%. Individualmente o mais expressivo segmento do franchising, alimentação cresceu 12% e faturou R$ 12,760 bilhões.

Na divisão por regiões, o Sudeste respondeu 59% da receita do setor no primeiro semestre, seguido das regiões Sul (16%), Nordeste (14%), Centro-Oeste (8%) e Norte (4%).

Tudo o que sabemos sobre:
franquiasabfestadão pme

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.