Divulgação
Divulgação

Franquia tem técnica de micropigmentação para estrias e até calvície

Investimento inicial é de R$ 110 mil e rede prevê abrir 161 unidades em cinco anos

Gisele Tamamar, Estadão PME,

06 de agosto de 2014 | 17h27

A empresária Vanessa Silveira quer mostrar que a técnica de micropigmentação não está restrita ao desenho das sobrancelhas e pretende expandir seu negócio por meio de franquias. Com duas unidades próprias em funcionamento, o plano de expansão prevê a abertura de 161 unidades em cinco anos. Entre os diferenciais da Clínica VS estão as aplicações da técnica em manchas de pele, cicatriz, estrias, linhas de expressão, marcas de acne, maquiagem definitiva e até calvície.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Vanessa trabalhou como relações públicas, com etiqueta corporativa para empresas, mas sempre teve vontade de trabalhar com maquiagem. Foi aí que descobriu a micropigmentação e foi se especializar. "No início, era aquela coisa que todo mundo fazia: atender em salão de beleza. Mas não era aquilo que eu queria fazer. Eu falava: isso é muito importante para ficar limitado a trabalhar em uma sala dentro de um salão", conta.

A primeira clínica foi aberta em 2008, e, cinco anos depois, Vanessa inaugurou a segunda unidade na Vila Madalena. No ano passado, as duas unidades faturaram R$ 1 milhão. "As pessoas não sabem a gama de serviços que existe. Luto diariamente para elas conhecerem o serviço", destaca Vanessa. A técnica pode ser utilizada, por exemplo, para cobrir manchas na pele e para deixar a pele com cicatriz ou com marcas de acne com um aspecto mais natural.

Na aplicação de maquiagem definitiva, é possível reconstruir o desenho das sobrancelhas, fazer o contorno dos olhos e preenchimento de boca. Vanessa também aplica uma técnica de blush e outra para olheiras - uma espécie de corretivo para quem tem olheiras escuras. "O carro-chefe é a técnica de calvície onde faço um escurecimento proporcionando um volume capilar", explica.

A ideia de franquear o negócio foi tomada para uma expansão nacional com parceiros. O investimento inicial para abrir uma unidade é de R$ 110 mil. A estimativa é de um faturamento mensal entre R$ 50 mil e R$ 70 mil, com taxa de lucratividade de 31%.

"Quero levar minha expertise com a expertise do franqueador na região da franquia", diz. O plano de expansão prevê mais dez unidades até o fim do ano, com crescimento acelerado a partir do ano que vem. Vanessa também comanda um centro técnico, onde os profissionais da rede e franqueados passarão por treinamento.

Serviço

Investimento total: R$ 110 mil

Taxa de franquia: R$ 40 mil

Taxa de royalties: 6% sobre o faturamento bruto

Taxa de propaganda: 2% sobre o faturamento bruto

Capital de giro: R$ 20 mil

Faturamento médio mensal: R$ 50 mil a R$ 70 mil

Lucratividade: 31%

Número de funcionários: 3 a 4

Retorno do investimento: 15 a 24 meses

Prazo do contrato: 5 anos

Site: www.vanessasilveira.com.br 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.