Reprodução
Reprodução

Francesa idealiza fábrica customizada de roupas para bebês com material biológico

A empreendedora está buscando dinheiro em site de financiamento coletivo para começar o negócio

Estadão PME,

05 de junho de 2014 | 07h20

Foi durante a gravidez que Lucie Billemont começou a planejar a La p'tite Manufacture. Trata-se de um pequeno negócio que pretende fabricar roupas e acessórios para bebês com materiais biológicos (orgânicos) e embalagens mais sustentáveis. A produção será customizada, ou seja, o cliente escolhe o modelo, as cores e o acabamento, como botões, golas e fitas.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

"Queremos oferecer um produto exclusivo, de qualidade e, acima de tudo, personalizado", afirma Lucie. A personalização contará ainda com a possibilidade de incluir textos e imagens nas peças, por meio de serigrafia - processo que usa uma tela 'vazada' para pintar o tecido, também conhecido como silk-screen.

Além de trabalhar com materiais que considera mais sustentáveis, a empreendedora pretende criar uma espécie de laço entre a produção e o cliente. Os produtos serão confeccionados por costureiras aposentadas, quase que com um cuidado de 'vó'.

Pelo menos é o que Lucie promete em uma campanha que ela está fazendo no site de financiamento coletivo KissKissBankBank para tentar viabilizar o negócio.

O objetivo dela é arrecadar cinco mil euros, equivalente a R$ 15,5 mil . E, por enquanto, essa proposta de negócio está agradando, já que cerca de 50 pessoas já fizeram pequenas contribuições e, com isso, levantaram mais de 30% do valor pretendido. Como prática do site, se o objetivo não for alcançado, as contribuições serão reembolsadas automaticamente.

:: Confira o vídeo abaixo e conheça mais sobre a proposta desse negócio ::

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.