Divulgação
Divulgação

Fotógrafa se especializa em fazer imagens de bebês e fatura R$ 20 mil por mês

Estúdio é climatizado e fotógrafa usa som do barulho do coração da mãe para fazer bebê dormir

Estadão PME,

01 de abril de 2013 | 06h30

Simone Silvério gostava de fotografar desde a adolescência, mas as fotos só voltaram a fazer parte de sua vida depois de 15 anos de trabalho no mercado financeiro. Mas antes de retomar sua paixão, ela fez faculdade de arquitetura e, paralelamente, resolveu estudar fotografia. Para se diferenciar no mercado, Simone buscou inspiração no trabalho da fotógrafa Anne Geddes, conhecida pelo seu trabalho com bebês. Atualmente, Simone fatura, em média, R$ 20 mil por mês com fotos de recém-nascidos e grávidas.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

No início, quando montou o estúdio com seu marido Jaiel Prado, os trabalhos eram bem variados. Mas chegou uma hora que Simone resolveu focar seu trabalho e buscar especialização. No currículo, constam cursos com profissionais reconhecidas na área, como Kelley Ryden e Danielle Hamilton. "Fui procurando me especializar e percebi que as mães de recém-nascidos buscavam um serviço especializado", lembra.

Como o estúdio do casal fazia diversos serviços, Simone resolveu separar os trabalhos. Ela criou uma identidade visual para a empresa direcionada para bebês e grávidas. Já o seu marido continuou com o Studio Trend, com trabalhos que variam desde cobertura de eventos a fotos de cachorros. "Em termos de mercado, a segmentação foi uma estratégia acertada", afirma.

Estúdio. Alguns profissionais aceitam fazer fotos na casa das mamães, mas Simone realiza seu trabalho apenas em seu estúdio, local preparado para receber mãe e filho. "Tenho toda uma estrutura preparada para a mãe se sentir em casa com o bebê. No estúdio, tenho um ambiente mais controlado. O local é climatizado com a temperatura certa para o bebê ficar confortável", diz.

A fotógrafa ainda tem uma série de acessórios para as fotos e o equipamento fotográfico, o que dificultaria o deslocamento para a casa das clientes. "Também coloco o barulho do coração da mãe para o bebê ouvir. É o barulho que o bebê está acostumado a ouvir. O silêncio absoluto não é o adequado para fazer ele dormir. Isso ajuda o bebê a entrar no estágio de sono profundo", afirma.

Em média, uma sessão de fotos dura entre três e quatro horas. O ideal para fazer as fotos é que o bebê tenha entre cinco e 15 dias. "Depois dessa idade, o bebê começa a ter cólicas, fica mais difícil para dormir e começa a resistir as poses", explica. E as fotos de recém-nascidos são sempre com eles dormindo. "O bebê acordado não fixa o olhar e se mexe o tempo todo. Com ele dormindo, o que encanta é a expressão relaxada, que passa uma sensação de calma e tranquilidade", conta Simone, que realiza, em média, 12 trabalhos com recém-nascidos e grávidas por mês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.