Divulgação
Divulgação

'Food truck não é passageiro, veio para ficar', diz empresário que investiu R$ 150 mil no negócio

BuraCo. vende sanduíches recheados com carne moída, costela, carne seca, frango, pernil e tem opção vegetariana

Gisele Tamamar, Estadão PME,

26 de dezembro de 2014 | 08h38

Na busca por um produto que remetesse à infância e às coisas boas, os irmãos Ricardo e Aguinaldo Masironi Júnior e o amigo Anselmo Vicentini resolveram investir no buraco quente, clássico sanduíche recheado com carne moída e molho. Juntos, eles investiram R$ 150 mil no food truck BuraCo, em operação desde outubro.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Apesar de ser um lanche simples, os sócios investiram em outros sabores para lançar o negócio. Foram quatro meses até que os empresários chegassem nos lanches da receita original, de costela, carne seca, frango, pernil e uma versão vegetariana.

"A reinvenção do food truck está muito ligada com a beleza do caminhão. Além do lanche ter qualidade, o caminhão também tem um apelo visual", conta Aguinaldo, que investiu em um food truck preto com imagens de fogo nas laterais. Além dos food parks, o BuraCo busca diversificar os pontos de venda, como adegas e até em escolas de inglês.

Novo ano. Os sócios estão otimistas com 2015. "O food truck não é uma moda passageira. É uma opção que veio para ficar", diz Aguinaldo. As vendas do food truck dependem do clima. Em um dia de sol, o negócio chega a vender 200 lanches no sábado e 300 no domingo. A previsão é conseguir o retorno do investimento em um ou dois anos.

"Temos o projeto de fazer novos caminhões, com novos produtos. Não vamos só focar no buraco quente. Nossa família é descendente de italianos e faz muito bem massa. Temos um projeto de desenvolver nosso próprio macarrão para atender o mercado de food truck para 2015", revela Aguinaldo.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.