Sistema de Pagamento: Foco em agilidade e eficiência

Sistema de Pagamento: Foco em agilidade e eficiência

Mobilidade é prioridade para os empresários. Líderes do ranking investem em appsfáceis de usar. Banco do Brasil refaz aplicativo para celular

Redação, O Estado de São Paulo

29 de agosto de 2019 | 19h40

Pagar contas e receber pagamentos dos clientes é algo que faz parte do dia a dia de todo empresário. Mas, com certeza, não está entre as coisas mais divertidas deste mundo. Por isso mesmo, recebem boa avaliação as empresas que tornam essas tarefas menos trabalhosas. De acordo com o Escolha PME 2019, Itaú e Bradesco, empatados com 68 pontos no índice de satisfação, são os que mais têm facilitado a vida dos clientes nessa categoria no último ano, seguidos pelo Banco do Brasil, com 55 pontos.

Confira o especial multimídia com os vencedores do Escolha PME 2019

Entre as melhorias vistas estão sistemas mais simples e eficientes, que permitem realizar diferentes transações bancárias com rapidez, não só pelo computador, mas, especialmente, pelo celular. Mobilidade, aliás, é o setor no qual os fornecedores mais bem avaliados concentraram esforços e investimentos para satisfazer esse segmento. “Sabemos que os pequenos e médios empresários buscam essa comodidade”, diz o diretor executivo do Bradesco, José Ramos Rocha Neto.

Líderes priorizam facilidade

Facilidade de usar os canais digitais é prioridade para Bradesco e Itaú. No topo do índice de satisfação, os dois bancos investem em serviços para celular, como a emissão e envio de boletos pelo smartphone. Em busca de praticidade e boa navegabilidade, o Bradesco criou uma área para melhorar a navegação no Net Empresas, o internet banking do banco para pessoa jurídica. “Mobilidade é prioridade. E isso tem tudo a ver com uma boa navegação. A nossa meta é desenvolver e melhorar essa experiência do cliente para que ele use cada vez mais os nossos canais digitais para pagar e receber”, afirma o diretor executivo do banco, José Ramos Rocha Neto. 

No Itaú, mais do que um sistema fácil e intuitivo, as equipes estão atentas à disponibilidade das ferramentas. “Reconhecemos que essas transações são muito importantes para o nosso cliente e, além da facilidade, queremos prestar um serviço com qualidade. Por isso, trabalhamos muito com a área de tecnologia para monitorar os sistemas e garantir que os canais estejam sempre funcionando da melhor forma possível, 24 horas por dia”, diz o diretor executivo do Itaú, André Daré.

BB refaz app para celular

O Banco do Brasil, que já liderou essa categoria, em 2016, corre para alcançar a concorrência – ou seja, está investindo em novidades no seu aplicativo para celular. A iniciativa já traz resultados: o número de transações de pessoas jurídicas através do app mais do que duplicou neste ano, chegando a 25% do total das transações corporativas até agosto. “Acredito que a variedade é que traz utilidade para o canal digital. Por isso, a gente praticamente refez a lista de funcionalidades do app e estamos oferecendo cerca de 30 novas soluções”, diz o gerente executivo de Cash Management do BB, Filipe Damian Preve. O banco também está atento às novas tecnologias. “Principalmente no pagamento instantâneo, com a inclusão do QR code. A regulação ainda não saiu, mas acreditamos que até o fim de 2020 o mercado já vai contar com essas soluções.”

No Santander, terceiro no índice de satisfação, com 51 pontos, o lema também é tecnologia. “O app do Santander já melhorou muito, mas ainda está longe do que queremos. Por isso, estamos trabalhando fortemente para melhorar os serviços digitais”, indica Luis Ricardo de Souza, superintendente executivo do banco. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.