Reprodução site
Reprodução site

Ferramenta permite ao consumidor fazer tour virtual por imóveis que ele deseja comprar

Projeto foi desenvolvido por empreendedor após uma visita aos Estados Unidos

VANESSA BELTRÃO, ESPECIAL PARA O ESTADO,

18 de outubro de 2012 | 18h00

 Uma ferramenta criada por dois programadores e um comerciante promete facilitar ainda mais a busca por imóveis na internet. O produto, chamado de DigitalTour, permite que imobiliárias e corretores criem tours virtuais dos empreendimentos a serem vendidos.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Por meio da ferramenta, as imobiliárias e corretores colocam fotos dos imóveis, informações sobre o bairro, informações sobre as condições de financiamento do empreendimento e até dados sobre a localização de escolas próximas. Apesar da visualização dos ambientes não ser algo inovador, a diferença do DigitalTour está no fato de que as próprias empresas podem criar o tour virtual a um custo mais baixo. 

Segundo um dos criadores do produto, Gilberto da Silva, algumas empresas chegavam a cobrar em torno de R$ 400 para fazer o tour virtual enquanto sua ferramenta pode ser adquirida com desembolsos a partir de R$ 9,90 por mês.

O empreendedor também garante que o processo de construção de um tour virtual pelas imobiliárias e corretores é muito simples. Com as fotos já prontas, é possível finalizar o processo em 15 minutos. Além disso, por meio do Google Maps e do Google Street View, os profissionais podem colocar a localização do imóvel. Um banco de dados do Ministério da Educação também está disponível no programa e permite ao usuário incluir a informação das escolas mais próximas. Ao finalizar o processo, um link é gerado para que as empresas possam postar em seus sites e redes sociais.

Atualmente, 600 imobiliárias e corretores testam o DigitalTour. O produto está no mercado há cinco meses e demorou mais de um ano para ficar pronto. O investimento para sua criação ficou em torno de R$ 50 mil. " A receptividade tem sido excelente", diz Gilberto. 

As empresas interessadas em adquirir o serviço ainda recebem um relatório em tempo real com informações sobre número de visitas diárias, semanais e mensais ao tour, além da origem dos acesso por cidade, estado e fonte. 

Quem ganha com a ferramenta também é o consumidor que tem acesso a uma série de informações sobre o empreendimento. "O nosso programa possibilita a visita virtual a uma dezena de imóveis e uma economia de tempo", explica Gilberto.

Origem 

Toda a concepção do projeto surgiu após uma viagem que o empreendedor fez para visitar a família nos Estados Unidos há cerca de 4 anos. Na época, o filho estava procurando uma casa e a proprietária do imóvel cedeu um CD com o tour virtual do empreendimento. A mídia inspirou a ideia. "Fiz uma pesquisa de mercado e vi que tinha um nicho muito grande para este tipo de negócio", completa. 

Sobre o futuro, Gilberto espera criar novas características dentro do programa e ter um escritório próprio para que a equipe possa se dedicar em tempo integral ao produto. Atualmente todo o gerenciamento do DigitalTour é feito de casa pelos três sócios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.