Epitácio Pessoa/AE
Epitácio Pessoa/AE

Feiras de negócios devem movimentar R$ 4,8 bilhões em 2012

Capital de São Paulo vai receber 120 dos 201 eventos previstos para este ano

Ligia Aguilhar - Estadão PME,

15 de fevereiro de 2012 | 06h40

O mercado brasileiro de feiras e eventos deve movimentar R$ 4,8 bilhões em 2012, o que equivale a um aumento de 37% em relação ao no passado, quando a receita gerada foi de R$ 3,5 bilhões. A estimativa é da União Brasileira dos Promotores de Feiras (Ubrafe).  Já são 201 feiras confirmadas para este ano, 120 delas só na capital de São Paulo. O que significa que a cidade receberá o equivalente a uma feira de negócios a cada 3 dias. “O número de eventos só não cresce mais porque faltam novos pavilhões com espaço disponível”, afirma o presidente executivo da Ubrafe, Amando Campos Mello.

E essa estimativa considera apenas os eventos realizados por sócios da entidade. Segundo Mello, se consideradas todas as feiras a serem realizadas, esse número é ainda maior. “Estimamos um total de 733 feiras, das quais 335 são no Estado de São Paulo e 273 na cidade”, diz.

Esses eventos são a oportunidade para pequenas empresas apresentarem seus produtos e serviços ao mercado, intensificar relacionamentos comerciais, prospectar novos clientes, conhecer tendências e concorrentes, além de fechar negócios e impulsionar as vendas.

Mas para isso é preciso escolher bem de quais eventos participar. “A empresa deve ter claro o seu objetivo na feira, analisar os concorrentes e conversar com outros expositores para conseguir bons resultados”, destaca.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google+ ::

Há 62 anos no mercado, a empresa Marte Científica mudou de posicionamento duas vezes. A primeira vez foi há 30 anos, quando deixou de fabricar balanças mecânicas para investir nas eletrônicas. Em 2001, começou uma nova mudança: outros produtos, além das balanças, foram agregados ao portfólio.

No ano passado, a empresa entrou de vez no mercado analítico e inseriu no portfólio diferentes equipamentos analisadores e medidores de processo. “Para consolidar a mudança, participamos de uma importante feira do setor que nos ajudou a fechar algumas parcerias que nos renderam um crescimento de 28% na receita do ano passado”, diz o diretor da empresa, Renan Malschitzky.

Para ele, além de escolher bem de quais eventos participar, é importante que a empresa também invista em uma boa apresentação no local do evento. “Trocamos o nosso fornecedor de estandes, porque percebemos que investir em uma estrutura melhor e mais bem cuidada faz com que o cliente perceba mais a empresa”, diz.

O site do Estadão PME possui uma agenda que destaca os principais eventos do ano para que o empreendedor não perca nenhuma oportunidade.

:::LEIA TAMBÉM:::

::10 indícios de que a sua empresa está pronta para crescer::

::Comércio tem de oferecer experiência mágica de consumo para atrair clientes::

::"A melhor estratégia é sempre acreditar no impossível", ensina Romero Rodrigues::

::Faça o teste de descubra se você é capaz de liderar uma empresa::

::Estadão PME responde as dez dúvidas mais frequentes dos empreendedores::

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.