Divulgação
Divulgação

Faturamento das pequenas empresas paulistas cresce em maio, mas indústria fecha em queda

Médias e pequenas empresas avançam 2,5% em relação ao mesmo período de 2012; comércio foi destaque, enquanto serviços e indústria registraram retração

Estadão PME,

15 de julho de 2013 | 12h00

O faturamento das micro e pequenas empresas paulistas foi de e R$ 47,3 bilhões em maio, R$ 1,1 bilhão a mais do que no mesmo período do ano passado. Esse crescimento, de 2,5% em comparação ao mesmo período de 2012, foi o melhor para o mês desde 2001.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

De acordo com o Sebrae, responsável pelo levantamento, o comércio teve o melhor resultado, com alta de 7,7%. Os setores de serviços e indústria apresentaram queda, de 0,4% e 6,1%, respectivamente.

“O resultado mais modesto do setor de serviços teve influência da base forte de comparação. Em maio de 2012, as micro e pequenas empresas de serviços tiveram aumento de faturamento de 14,7% sobre maio de 2011. Já a indústria ainda sofre com problemas de competitividade”, afirma Bruno Caetano, diretor-superintendente do Sebrae-SP.

Expectativa. Para os próximos seis meses, a maioria dos empresários de micro e pequenos empreendimentos do Estado acredita em estabilidade no faturamento da empresa. Por outro lado, a os esperam piora nos resultados de seus negócios aumentou de 5%, em junho de 2012, para 7%, em junho de 2013.

Tudo o que sabemos sobre:
Estadão PMEpequenas empresasSebrae

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.