Estadão
Estadão

Faturamento das micro e pequenas empresas bate recorde em novembro

Pesquisa do Sebrae-SP mostra uma receita real de R$ 45,1 bilhões, uma alta de 4,7%

ESTADÃO PME,

14 de janeiro de 2013 | 12h49

Novembro foi um mês de faturamento recorde para as micro e pequenas empresas paulistas. A receita real (já descontada a inflação) foi de R$ 45,1 bilhões, um aumento de 4,7% em relação ao mesmo mês de 2011. Foi o melhor resultado para um mês de novembro desde 2000, de acordo com a pesquisa divulgada nesta segunda-feira, dia 14, pelo Sebrae-SP.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Na divisão por setores, o grande destaque foi o comércio, com uma alta de 10,2%, seguido da indústria com 5,8%. Por outro lado, o setor de serviços caiu 3%. Segundo o Sebrae-SP, a baixa foi influenciada pelo aumento expressivo, de 13,8%, do faturamento de novembro de 2011 sobre novembro de 2010, ou seja, a base de comparação forte foi determinante para jogar o índice para baixo.

Em média, cada empresa faturou R$ 28,9 mil no mês. “A evolução favorável da ocupação e da renda do trabalhador tem ajudado os números das MPEs de São Paulo”, afirmou, em nota, o diretor-superintendente do Sebrae-SP, Bruno Caetano.

Na comparação de novembro com outubro, a pesquisa apontou uma queda de 5,5%. A diminuição é explicada pelos dois dias úteis a menos em novembro e também pelo Dia das Crianças, que ajudou a aumentar as vendas em outubro.

Expectativa. Na previsão do Sebrae-SP, o balanço das micro e pequenas empresas deve fechar com um crescimento de 8% a 8,5% em 2012. Já para 2013, o desempenho das pequenas empresas deve acompanhar a expectativa do mercado, de uma alta de 3,27% para a economia brasileira.

A pesquisa ainda mostrou que 52% dos empresários acreditam em uma estabilidade no faturamento nos próximos seis meses. Já 30% apostam em uma alta, 8% falam em piora e 10% não sabem indicar como ficará o faturamento no período.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.