Reuters
Reuters

Facebook abre inscrições para apoiar startups brasileiras

Rede social vai oferecer consultoria, licenças de software e até US$ 60 mil em créditos para pequenas empresas

Estadão PME,

24 de novembro de 2014 | 17h55

Os empresários brasileiras de desenvolvimento de aplicativos móveis acabam de recerber uma mãozinha do Facebook para colocar em prática seus projetos. A rede social está com inscrições abertas para seu programa de apoio a startups, o FB Start. O objetivo é apoiar os empreendimentos fornecendo licenças de software, consultorias de projetos com engenheiros do empresa norte-americana e também créditos de anúncios da rede.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

“Nos Estados Unidos, os usuários gastam 80% do seu tempo em aparelhos móveis nos aplicativos. Além disso, as pessoas checam o celular cerca de 100 vezes por dia. Aqui no Brasil, contamos com 72 milhões de pessoas acessando o Facebook por seus dispositivos móveis todos os meses. Esses números nos mostram que o mercado de desenvolvimento de apps pode ser explorado de maneiras inovadoras. Queremos colaborar com esse ecossistema para que as startups brasileiras possam ter visibilidade e competitividade internacional”, comentou Artur Souza, líder de engenharia de soluções do Facebook para América Latina.

As startups podem se inscrever pelo fb.me/start. Todos os participantes terão acesso a um pacote gratuito de ferramentas e serviços, com licenças de uso de softwares de parceiros do Facebook; créditos em anúncios na plataforma e créditos do Parse, plataforma que oferece serviços para desenvolvedores fazerem apps crescerem de forma escalável. No total, são 16 empresas associadas ao Facebook às quais os participantes do FB Start terão acesso.

O programa está focado em duas verticais: básica – para startups iniciantes sem produtos prontos – e avançada, destinada às empresas que já possuem aplicativos criados. Na vertical básica, as startups contarão com US$ 20 mil em créditos e serviços. Já no modelo de startups avançadas, elas poderão conseguir até US$ 60 mil. 

Tudo o que sabemos sobre:
PMEEmpreendedorismoFacebook

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.