Estadão PME prepara um guia para o pequeno negócio faturar mais no Natal

Saiba o que esperar da economia e conheça ações reais de pequenos empreendedores

daniel fernandes, estadão pme,

14 de outubro de 2011 | 19h00

O Natal é a principal data para os setores de comércio e serviço, mas também muito significativa para a indústria. Pensando nos pequenos e médios empresários do setor, o Estadão PME organizou nesta matéria especial uma série de informações que podem ajudar o empreendedor a lucrar mais com a data.

Na primeira parte do material, mostramos as expectativas de cada um dos setores da economia para a data. A Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), por exemplo, estima que as vendas deste Natal serão 5% superiores ao mesmo período do ano passado.

Reforça o otimismo do comércio recente pesquisa divulgada pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Segundo o levantamento, 78% dos consumidores pretendem ir às compras neste final de ano – resultado 1,8 ponto porcentual superior ao registrado em igual período do ano passado.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

A indústria, entretanto, não compartilha deste otimismo. A Confederação Nacional da Indústria já avisou que o Natal deste ano não será tão bom quanto o de 2010, principalmente por conta da influência do real – ainda muito valorizado em relação ao dólar – e que aumenta a competição do setor com empresas estrangeiras.

Ainda nesta reportagem especial, você confere casos práticos. O Estadão PME mostra o que três pequenos empreendedores estão fazendo para ampliar o faturamento previsto para este final de ano. A indústria de cosméticos Kanitz, por exemplo, aposta na cautela – receita de longevidade da empresa, atuando no mercado desde 1984.

Confira!

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.