Leandro Martins/Ricardo Yoith Matsukawa ME
Leandro Martins/Ricardo Yoith Matsukawa ME

O especialista responde: como organizar a participação em feiras

Consultor do Sebrae-SP apresenta dicas para empreendedores que pretendem entrar no calendário de feiras para exposição de marca ou venda direta para público-alvo

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de dezembro de 2018 | 15h34

Quais atividades precisam ser feitas pelas empresas que irão participar de feiras de negócios?  

Por Alexandre Giraldi Moreira, consultor do Sebrae-SP

Existem feiras com propósitos diferentes. Algumas servem para exposição de marcas, produtos e/ou serviços e outras existem para fazer a venda direta para o público-alvo. O planejamento de cada participação é diferente e depende muito da estratégia da empresa expositora.

Gosto sempre de pensar com o calendário invertido, ou seja, da data que a feira irá acontecer para trás. Assim, fica mais fácil pensar em como deixar o estande pronto.

São os organizadores da feira que ditam as regras da montagem, como início e término. Por isso, as datas ficam muito na dependência dessa organização. Seguem algumas questões de fundamental importância para, depois de respondidas, garantir o sucesso na feira. 

·         Qual a localização do estande na feira?

·         Qual é o tamanho dele?

·         Quais recursos pretendo disponibilizar para a demonstração ou vendas?

·         Qual estrutura de movelaria é a mais indicada para transmitir a imagem da minha empresa?

·         Preciso de climatização?

·         Quais empresas de montagem a feira permite? Qual é o tempo de montagem para o estande que planejamos?

·         Precisamos contratar sistema tecnológico para captação de dados de potenciais clientes que tenham passado no estande?

·         Precisamos de sinal de internet?

·         Vamos oferecer brindes?

·         Que tipo de expositor físico usaremos?

·         Precisamos de funcionários extra como expositores e/ou modelos?

·         Farei a venda no próprio estande?

·         Como vou receber o pagamento?

·         Como o cliente receberá o produto se na própria feira dependemos do estoque onde ele estará alocado?

·         A equipe que vai atuar na feira está treinada e motivada?

·         O uniforme vai ser o padrão (já utilizado) ou teremos um modelo exclusivo para impressionar na feira?

·         Vamos precisar de panfletaria e material de apoio? Quais? Quem vai desenvolver e imprimir? Quanto tempo é necessário para preparar esse material?

É importante pensar não só no dia da feira, mas também no pós-feira. Como vou aproveitar os potenciais clientes e parceiros que circularam por lá?

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.