Especial: Sebrae responde a dúvidas de empreendedorismo de leitores

Primeira reportagem da série traz questões sobre tendências de negócios

Estadão PME,

27 de janeiro de 2014 | 06h15

 

Essa semana, o Estadão PME começa a publicar as respostas da equipe de consultores do Sebrae-SP para os leitores que enviaram perguntas sobre empreendedorismo. Entre os dias 06 e 24 de janeiro, os internautas puderam postar suas dúvidas via comentários ou pelas redes sociais do PME. Nesta segunda-feira, o tema das duas perguntas selecionadas é sobre tendências de negócios.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

A primeira pergunta é de Abimael Calisto, um executivo do setor elétrico que está satisfeito com sua carreira, mas há algum tempo vem se perguntando se gostaria de montar um negócio próprio. Abimael pergunta o que ele precisa considerar na hora de investir tempo e dinheiro em um empreendimento.

O segundo leitor, Odilon Augusto de Castro Júnior, mora no interior do Estado e percebeu que a maioria dos habitantes na cidade dele é de idosos. Ele gostaria de saber que tipo de negócio é indicado para atender esse público específico.

O Sebrae São Paulo já faz consultorias gratuitamente, seja presencialmente em suas unidades espalhadas pelo estado ou pelo telefone (0800-570-0800). Em 2013, os consultores atenderam 467 mil empresas, além de 210 mil pessoas físicas interessadas em abrir o seu próprio negócio. Para saber mais entre no site www.sebraesp.com.br

 -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PERGUNTA: Meu nome é Abimael Calisto, tenho 30 anos, sou gerente comercial na Binacional, indústria do setor Elétrico. Atuo em vendas, me formei em tecnologia da informação e faço MBA em gestão estratégica e econômica de negócios.

Sou feliz com minha profissão, mas nos últimos tempos tenho me questionado frequentemente se gostaria de montar um negócio próprio. A minha pergunta, como deve ser a de muitos em igual situação é: que parâmetros  posso considerar na hora de abrir um negócio? Existe alguma dica inicial ou tendência que valha investir?

Resposta: Abimael, avalie a questão pelo parâmetro da realização pessoal. Ainda que seja um executivo satisfeito, algo em você pensa em encarar uma desafio empreendedor, em criar algo seu. A minha dica é você considerar a atratividade financeira do negócio ao mesmo tempo em que se pergunta se terá prazer em "tocar" essa escolha. Não se ganha dinheiro por muito tempo fazendo aquilo que não se gosta. Considere atuar em serviços. Isso parece estar em seu DNA. Profissionais com o seu perfil, apoiados em soluções remotas de representação, acabam montando empresas de consultoria, representação e treinamento, entre outras.

Crédito: Reinaldo Messias, consultor do Sebrae-SP

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PERGUNTA: Gostaria de saber qual seria o melhor negócio para investir em uma cidade do Interior de SP onde a maioria da população é idosa.

Resposta: O aumento da expectativa de vida dos brasileiros se tornou uma oportunidade de negócio, mas não existe fórmula para o sucesso. Portanto, é preciso fazer o planejamento antes de iniciar o empreendimento, e levar em conta os seguintes fatores:

- Segmento: estude os interesses deste público para montar um negócio que atenda as necessidades dele, por exemplo: alimentação, medicina, educação e esporte. De preferência, escolha uma área em que já tenha algum conhecimento ou experiência e, principalmente, que goste.

- Concorrência: Saiba quem é seu concorrente e o que pode fazer diferente. Por exemplo, se abrir um restaurante, descubra quais são as outras opções de alimentação fora do lar existentes na região e tente imaginar qual será o seu diferencial competitivo.

- Demanda: é necessário descobrir se o cliente aceita o produto e se tem condições de pagar por ele. O ideal é fazer um plano de negócio em que analise as despesas, o preço de venda, a lucratividade e o capital necessário para manter o fluxo de caixa. Com base nessas informações, pesquise qual o preço da concorrência, e converse com potenciais clientes para confirmar se há demanda para o negócio.

Crédito: Haroldo Eiji Matsumoto, Consultor do Sebrae-SP

 

SERVIÇO

Feira do Empreendedor

Local: Expo Center Norte - Pavilhão Verde, São Paulo

Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 - Vila Guilherme

Data: de 22 a 25 de fevereiro

Sábado e domingo: 10h às 21h

Segunda e terça-feira: 13h às 21h

Entrada franca

Inscrições no site: feiradoempreendedor.sebraesp.com.br

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.