Robson Fernandjes/Estadão
Robson Fernandjes/Estadão

Espaço une loja de bicicletas, galeria de arte e café para faturar até R$ 80 mil por mês

Local integra um movimento das fixed gear bikes ou bicicletas fixas

ESTADÃO PME,

06 de abril de 2013 | 12h29

A união de dois projetos paralelos e o interesse pelas bicicletas resultaram na criação da Tag and Juice, um espaço que reúne loja, galeria de arte, café e livraria, na Vila Madalena, em São Paulo. O local integra um movimento das fixed gear bikes, que são bicicletas com uma mecânica mais simples e associadas ao estilo de vida do ciclista. O negócio começou a  funcionar em São Paulo em 2010 e registra faturamento entre R$ 50 mil e R$ 80 mil por mês.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

A ideia da Tag and Juice é uma conexão dos projetos dos sócios Billy Castilho e Pablo Gallardo. Billy trabalhava com curadoria e montagem de exposições de artistas em uma galeria itinerante chamada Tag. Já Pablo tinha uma empresa de direção de arte de motion graphics com o nome de Juice. Depois de uma viagem à Austrália, Pablo voltou ao Brasil com a ideia de criar um negócio para customizar as bicicletas fixies ou fixas, além de uma cafeteria para reunir os amigos.

“De uma simples conversa sobre pensar o futuro e as cidades, achamos que os dois projetos podiam se conectar e nasceu a Tag and Juice”, conta Billy. A essência do local são as bicicletas fixas, cuja principal característica é não ter roda livre, ou seja, os pedais se movem o tempo todo com as rodas. A estética, simplicidade e pureza que esse estilo de bicicleta apresenta são elementos que atraem a dupla de empresários.

“Acreditamos que cada vez mais a pessoas buscam algo mais simples, tentando resgatar o clássico, fugindo do complexo, querendo apenas aproveitar a locomoção pelos próprios meios. As fixas trazem esse fundamento, e acreditamos que é por isso que vem chamando tanta atenção”, avalia Pablo.

::: LEIA TAMBÉM::

:: Bisneto do fundador da Caloi retoma seu espaço ::

:: Empresas investem em serviços de entregas feitas por ciclistas ::

:: Mercado de bicicletas chega a R$ 2 bilhões e pequenos negócios aproveitam ::

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.