Divulgação
Divulgação

Equipe desenvolve bicicleta com GPS conectado e que vibra quando um veículo se aproxima

Tecnologia integra GPS do smartphone com guidão para orientar ciclista sobre trajeto

Estadão PME,

05 de maio de 2014 | 12h09

Uma equipe de canadenses resolveu combinar segurança, conectividade, design e meio de transporte para criar a bicicleta Valour. O projeto integra a tecnologia no deslocamento diário de bicicleta. Um exemplo é que com o GPS do smartphone conectado ao guidão, o usuário é orientado por meio de indicadores de LED qual a direção deve seguir. Assim, o ciclista não precisa parar ou se distrair para consultar o trajeto no smartphone.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Outra vantagem da bicicleta é que o ciclista é avisado por meio de vibrações no guidão sobre a proximidade de qualquer objeto em seu ponto cego. Feita de fibra de carbono, a Valour fica conectada com o smartphone por meio de um aplicativo e conexão Bluetooth. A ferramenta ainda mede calorias, distância percorrida e velocidade

De acordo com a página da equipe Vanhawks, que desenvolveu o projeto, os dados das rotas feitas pelos usuários passam a fazer parte de um banco de dados para indicar as rotas mais seguras. Em caso de roubo, a rede de bicicletas do projeto é acionada: quando a bicicleta aparece perto de outra Valour, uma notificação é enviada para o dono.

Em comunicado no site, o co-fundador Sohaib Zahid explica que a equipe quer combinar uma grande invenção do passado, a bicicleta, com uma grande invenção dos tempos atuais, o smartphone, para criar um passeio mais seguro.

O projeto está em busca de apoio no site de financiamento coletivo Kickstarter e já arrecadou 180 mil dólares canadenses, ultrapassando a meta inicial de 100 mil. A campanha no site segue até o dia 31 de maio. Quem quiser apoiar pode ajudar com a compra de pôster, camisetas, jaquetas e até mesmo fazer a pré-encomenda da bicicleta - a partir de 999 dólares canadenses. A previsão de lançamento é para o segundo semestre de 2014.

 

Tudo o que sabemos sobre:
bicicletatecnologiaEstadão PME

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.