Nigel Roddis/Reuters
Nigel Roddis/Reuters

Entenda o que leva uma rede de lojas a vender o álbum de figurinhas da Copa das Confederações

Centauro anunciou venda do álbum em suas lojas e será ponto oficial de troca de figurinhas

ESTADÃO PME,

23 de maio de 2013 | 09h47

 A Centauro, rede de lojas esportivas com forte presença em shoppings, anunciou nesta quinta-feira (dia 23) que venderá o álbum e as figurinhas oficiais da Copa das Confederações - a ação é possível graças a parceria com a Panini, editora responsável pelo item colecionável.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

O pacote a ser comercializado pela rede de lojas é diferente do que o consumidor encontrará nas bancas de jornais, tradicionais pontos de venda do produto. Ele custa R$ 27 e contém um álbum gratuito e 30 envelopes com com quatro figurinhas cada, somando 120 cromos.

Ainda faz parte da ação a seguinte estratégia: a rede Centauro pretende ser o ponto oficial de troca de figurinhas - a Centauro pretende fazer ação parecida com outros eventos esportivos, como o Campeonato Brasileiro de 20132, a UEFA Champions League e a Copa do Mundo.

"Em 2010, o Brasil foi o País que mais arrecadou com o álbum de figurinhas da Copa do Mundo, com cerca de 3 milhões de colecionadores. É a prova que somos mesmo apaixonados por futebol", conta Ana Paula Grimaldi Roso, diretora de marketing do grupo SBF, que administra a marca Centauro.

Estratégia. A frase da executiva deixa clara a posição da Centauro - reforçar a marca da empresa e atrair o consumidor, ao se declarar posto oficial de troca de figurinhas repetidas, para as unidades da rede. O cliente pode não comprar nada, mas vai reforçar em sua memória a empresa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.