Evelson de Freitas/Estadão
Evelson de Freitas/Estadão

Endeavor lança curso online sobre inovação para pequenos empreendedores

Aulas com professores e empresários discutem criação de negócios de alto impacto e ferramentas de marketing

ESTADÃO PME,

15 de maio de 2013 | 17h30

"Como escalar e inovar em seu negócio" e "Marketing para empreendedores" são os temas dos dois primeiros cursos de ensino à distância (EAD) lançados pela Endeavor Brasil. O objetivo é oferecer ferramentas para o empreendedor criar um negócio de alto crescimento. Empresários como Romero Rodrigues, do Buscapé, e Ozires Silva, da Embraer, participam dos cursos online. Até o fim do ano, a meta é contar com dez temas.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

"Buscamos com o curso compartilhar o conhecimento e a experiência que a organização possui com milhares de potenciais empreendedores e a nossa forte rede de mentores, que estão entre os executivos das principais empresas do País e conhecem tudo sobre o mundo dos negócios. Jamais seria possível reunir todos eles em uma sala de aula", afirma, em nota, a gerente de Educação da Endeavor, Renata Chilvarquer.

O curso "Como escalar e inovar em seu negócio" custa US$ 49 (R$ 100) e tem duração de seis horas com vídeo aulas, exercício e materiais complementares. As aulas abordam discussões sobre inovação, diferencial competitivo e segmentação por exemplo. De acordo com a página do curso, 608 pessoas fizeram as aulas.

Já as aulas sobre marketing têm duração de 4,5 horas e custam US$ 99 ( R$ 200). O programa de ensino inclui ensinamentos sobre posicionamento de marca e ferramentas para maximizar os resultados da estratégia de marketing. O curso foi feito por 47 pessoas.

A expectativa da Endeavor é de que os próximos cursos tratem sobre pesquisa de mercado, vendas, finanças, questões legais, entre outros assuntos. "Queremos que qualquer pessoa que pretenda abrir um negócio tenha o pensamento de ter uma empresa de alto impacto, ou seja, que busque crescimento sustentável para gerar renda, empregos e desenvolvimento, e assim contribuir para mudar o País", disse Renata.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.