Helvio Romero/AE
Helvio Romero/AE

Empresário conta os segredos para fazer sucesso com sistema de construção inovador

Com 160 funcionários fixos, a Informov cresceu 90% nos últimos três anos

Cris Olivette, Oportunidades,

17 de setembro de 2012 | 11h57

O empresário Marcelo Breda, um dos sócios da Informov Engenharia + Arquitetura, afirma que sua empresa foi precursora na adoção do sistema turnkey para empreendimentos corporativos no País. O fato ocorreu em 1996. “Hoje, somos referência no conceito turnkey, que engloba a concepção do projeto e sua execução, com soluções integradas de engenharia e arquitetura, até a entrega das chaves, já com o imóvel mobiliado. E tudo isso é feito em tempo recorde”, diz.

A história da Informov começou alguns anos antes. “Meu tio, Plínio Noronha, e eu começamos o negócio em 1989, comercializando caixas porta-disquete.” Com o tempo, a empresa foi incorporando novas atividades como a instalação de divisórias, forros, e a venda e manutenção de equipamentos de informática.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

A oportunidade de ingressar no segmento de engenharia e arquitetura ocorreu em 1996. “Houve um incêndio criminoso no centro de processamento de dados do nosso cliente Cheques Cardápio. Fomos prestar solidariedade e o presidente da empresa nos perguntou em quanto tempo conseguiríamos recuperar suas instalações.”

Os sócios assumiram o compromisso de fazer a reforma em 60 dias. “Contratamos toda a equipe e no prazo combinado o escritório foi entregue todo modernizado e pronto para uso”, conta Breda.

O divisor de águas, segundo ele, ocorreu em 2001 com a construção das novas instalações dos departamentos administrativo, comercial e da presidência da Toyota, numa área de 1.500 m² na capital paulista.

O projeto envolvia fornecimento e instalação de rede elétrica, cabeamento para lógica e telefonia, forro, gesso, divisórias, ar-condicionado, carpete, móveis, persianas, sistemas multimídia e videoconferência, paisagismo e a adequação civil do imóvel. “A execução do projeto durou três meses, contratei até um marchand para que o presidente da empresa selecionasse as obras de arte de sua preferência.”

Segundo Breda, com essa obra a empresa ganhou mais força no mercado. Assim, em 2003 venceu a concorrência para estruturar as instalações da TIM no Brasil. “A empresa ainda é nossa cliente, mas nos três primeiros anos do contrato o volume de pedidos foi bastante alto.”

Nos últimos três anos a Informov cresceu 90%. “Temos hoje uma equipe de 160 funcionários efetivos.” A empresa está instalada numa área de 374 m², na Vila Olímpia, onde mantém um showroom. Segundo Breda, o segredo para concluir as obras em pouco tempo é ter disciplina e poder contar com o comprometimento de toda a equipe.

Breda destaca, ainda, que é importante acreditar tanto no seu próprio potencial como no das pessoas que estão ao seu lado. “Depois de muito tempo aprendi a delegar e isso é tão importante quanto ser arrojado e oferecer um serviço de qualidade.”

Tudo o que sabemos sobre:
InformovContruçãoEconomia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.