Divulgação
Divulgação

Empresa vende caderno com serviço para digitalização das anotações

Informações são enviadas para aplicativo e páginas também podem ser sincronizadas com Dropbox, Evernote e OneNote

Estadão PME,

04 de abril de 2014 | 06h39

Se você gosta de fazer anotações no caderno, mas depois deixa o conteúdo esquecido em alguma gaveta, dois empreendedores de San Francisco criaram um serviço que pode ser útil. Eles criaram a empresa Mod, que ajuda os usuários a arquivarem digitalmente as anotações.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Por US$ 25, a empresa entrega um caderno (tamanho de um iPad mini) e um envelope de envio pré-pago. Depois que o usuário termina de escrever suas anotações, ele envia o caderno para a empresa digitalizar todo o conteúdo em até cinco dias, que poderá ser acessado via aplicativo Mod ou ainda sincronizar as páginas com Dropbox, Evernote e OneNote.

O caderno poderá ser reciclado ou enviado de volta. A inspiração para o negócio partiu de um problema pessoal dos criadores Marshall Haas e Jon Wheatley. Ao site da Fast Company, Hass contou que antes de desenvolverem o Mod eles tiravam fotos de cada página dos cadernos de papel e enviavam as imagens para o Evernote. "É uma experiência horrível e demorada", disse.

:: Confira um vídeo em inglês sobre o produto ::

Tudo o que sabemos sobre:
ModcadernoEstadão PME

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.