Reprodução da internet
Reprodução da internet

Empresa uruguaia de calçados aceita garrafas PET como forma de pagamento

Proposta é dar um destino adequado para esse tipo de material

Estadão PME,

16 de fevereiro de 2015 | 07h00

Garrafas PET são consideradas um dos principais poluentes que desequilibram o meio ambiente, afetando principalmente mares e rios quando não têm uma destinação adequada. Por conta disso, podemos perceber atualmente o movimento de algumas empresas no sentido de recolher e descartar esses materiais de modo adequado, por meio de ações que propõem algum tipo de recompensa aos participantes.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Um exemplo sul-americano de companhia que aposta neste tipo de iniciativa é a Mamut, uma empresa uruguaia que lançou uma campanha na qual os consumidores podem usar essas garrafas de plástico como forma de pagamento dos calçados de uma coleção de verão recém-lançada pela marca.

A promoção tinha previsão de durar duas semanas e o desconto no preço final do produto poderia chegar a 40%. Cada garrafa tem o valor de 100 pesos uruguaios. Ao final da ação, a empresa irá reciclar o material recolhido. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.