Divulgação
Divulgação

Empresa que produz a paçoca cremosa para colocar no pão se surpreende com repercussão

Versão cremosa do doce ganha a internet e gera até fila de espera nas docerias

Marcelo Osakabe - O Estado de S. Paulo,

24 de setembro de 2014 | 08h10

 Competir com a italiana Nutella, fabricante do creme de chocolate com avelã apreciado e reconhecido em todo o mundo, não é para qualquer empresa. Mas é o que a Santa Helena, fabricante da Paçoquita, está tentando, pelo menos nas redes sociais. O empreendimento lançou no começo de julho, e sem muito alarde, a Paçoquita Cremosa, versão ‘espalhável’ do doce. 

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

O produto, entretanto, logo ganhou a internet com vários usuários demonstrando vontade de experimentá-lo. “Nós queríamos entrar em um mercado diferente do nosso e sabíamos da qualidade do produto. Mas ficamos um pouco surpreendidos com esse engajamento”, afirmou a gestora da área de marketing da empresa, Luciana Persoli. Ela credita à força da marca o resultado nas redes sociais. “A Paçoquita já era tão reconhecida que as pessoas achavam o novo produto interessante mesmo antes de consumir.” 

Ainda segundo Luciana, o produto atingiu o volume de vendas esperado e chamou a atenção de países na América do Sul, além dos Estados Unidos e Japão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.