Reprodução
Reprodução

Empresa permite o uso de moeda virtual para compartilhar energia

O blockchain, subproduto de transações do Bitcoin, pode manter um controle efetivo da relação entre a rede de distribuição e consumidores

Estadão PME

03 de maio de 2016 | 16h32

A busca pela energia sustentável fez com que os painéis de energia solar se tornassem uma realidade em todo o mundo. Agora, uma pequena rede de energia solar nos EUA está usando contratos inteligentes que compram e vendem energia de forma segura usando blockchain, a moeda virtual do Bitcoin.

A Transactivgrid é uma matriz energética sustentável localizada no Brooklyn, bairro de Nova York. A rede conecta usuários a energia solar na vizinhança e faz uso de um sistema de blockchain para garantir que todos os pagamentos sejam seguros.

O Blockchain, um subproduto das transações via Bitcoin, permite que as atividades de troca sejam registradas e verificadas para os compradores e vendedores de energia, mesmo em uma escala muito pequena. Isso garante que nenhuma energia seja perdida.

Diante disso, os idealizadores do projeto acreditam que a tecnologia pode manter um registo mais eficiente das transações de energia da comunidade. Um software, então, poderia ser a chave para manter o controle de todas as transferências de energia em uma grade sofisticada.

Mais conteúdo sobre:
BitcoinNova York

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.