Reprodução
Reprodução

Empresa norte-americana cria relógio de pulso que pode ser usado por cegos

O sistema permite contar o tempo de forma tátil e visual

Estadão PME,

22 de agosto de 2013 | 06h42

Relógio de pulso que usa ímãs e esferas metálicas para marcar o tempo é novidade nos Estados Unidos. O produto é voltado para todas as pessoas, incluindo deficientes visuais.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + :: 

A empresa Eone Timepieces, de Washington, criou The Bradley e captou cerca de US$ 600 mil por meio de uma campanha feita no site de financiamento coletivo Kickstarter. O produto está em fase de pré-venda por US$ 155.

Segundo o Springwise, The Bradley conta com uma vantagem principalmente para deficientes visuais. O site destaca que com esse relógio, diferentemente de outros que 'falam' qual é a hora e podem não ser ideais para locais barulhentos ou públicos, como cinema, o usuário pode identificar pelo toque.

O relógio tem uma face de metal escovado e rolamentos de esferas metálicas que indicam a hora certa, um na parte da frente, como ponteiro de minutos, e um no lado, que mostra as horas.

Para dar nome ao produto, a empresa fez uma homenagem ao medalhista de ouro paraolímpico Brad Snyder, que foi tenente da marinha dos Estados Unidos e ficou cego após uma explosão no Afeganistão, onde servia. Snyder também é o garoto propaganda do relógio, pelo menos no site da Eone e na rede social.

:: O vídeo abaixo explica um pouco mais sobre o produto ::

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.