Divulgação
Divulgação

Empresa lança acervo online de material sustentável para arquitetos e engenheiros

Empresa conseguiu financiar R$ 33,5 mil para a iniciativa em site de colaboração

LAURA MAIA DE CASTRO, ESPECIAL PARA O ESTADÃO,

06 de julho de 2013 | 17h57

 Designers, arquitetos, engenheiros e profissionais do mundo da moda agora contam com um acervo online gratuito de materiais brasileiros que possuem indicadores de sustentabilidade. A 'materioteca', como foi batizada a plataforma, traz informações sobre mais de 160 materiais que têm baixo impacto ambiental e podem ser utilizados para construção, mobília, decoração, isolamento acústico, entre outras finalidades. Além de identificar as características e as vantagens no uso do material, a plataforma indica os fornecedores.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

O projeto, que está em fase de expansão, foi criado pela Matéria Brasil, empresa de consultoria ambiental nas áreas de material, design, inovação e certificação. Há pouco mais de um mês, a Matéria Brasil arrecadou R$ 33,5 mil por meio de financiamento colaborativo no Catarse para investir em melhorias da plataforma. “O dinheiro será exclusivamente investido na materioteca e na premiação dos colaboradores. A ideia é conseguir listar online 800 materiais que já identificamos e tornar a plataforma cada vez mais colaborativa e bilíngue”, afirmou Thiago Vedova, um dos sócios da empresa. 

Com escritórios no Rio de Janeiro e São Paulo, a Matéria Brasil surgiu no primeiro semestre desse ano a partir da união entre as empresas Sistema Assessoria Ambiental e a Fibra Design. Em 2012, as empresas faturaram juntas R$1,5 milhão de reais e, para este ano, as expectativas são otimistas. “Nós acreditamos em aumento de 33% no faturamento de 2013, que deve chegar a R$ 2 milhões”, disse Bernardo Ferracioli, outro sócio da Matéria Brasil. Além das consultorias pagas, a empresa investe na livre disseminação do conhecimento como ferramenta para alcançar as mudanças sócio ambientais que acredita. 

Materiais. Compensado de pupunha, mármore sintético, tapete de garrafa pet ou tinta biodegradável. Quem entra na materioteca navega por um mundo de materiais que foram selecionados pelos profissionais da Matéria Brasil. Após as informações cedidas pelos fornecedores, engenheiros da própria Matéria Brasil analisam o material para entendê-lo e observá-lo a partir de critérios de sustentabilidade definidos pela empresa e identificados na plataforma. Nada é cobrado dos fornecedores para estarem expostos no portal, uma vez que a ideia é ser uma plataforma livre entre os profissionais das áreas de criação e os fornecedores. 

Segundo os sócios da empresa, o objetivo é tornar a plataforma cada vez mais colaborativa e interativa. “A ideia é que os próprios fornecedores possam disponibilizar os materiais online, mas passando pelo nosso crivo”, afirma Thiago Vedova. Por parte dos profissionais que acessam a plataforma, é necessário apenas o login do Facebook. 

Tudo o que sabemos sobre:
SUSTENTABILIDADESUSTENTÁVEL

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.