Divulgação
Divulgação

Empresa inova ao transformar aluguel de carros em rede de compartilhamento de veículos

Cliente acessa site, escolhe o modelo e visualiza onde ele está estacionado. Melhor: o aluguel pode ser por hora

estadão pme,

12 de junho de 2012 | 07h19

 A Zipcar foi criada nos Estados Unidos em 2000, mas a cada dia que passa esse negócio ganha cada vez mais relevância. E o motivo é simples: a empresa reiventou o sistema de aluguel de carro, afinal, ao tornar-se cliente você tem acesso a uma série de inovações.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

A primeira delas é que você não precisa ir a um endereço específico para alugar o carro de sua preferência. Por meio do site da empresa - ou de um aplicativo mobile -, você informa a sua localização e enxerga um mapa informando onde estão estacionados os veículos da empresa. Isso mesmo. Os carros da empresa ficam espalhdados pelas cidades onde a Zipcar atua. A triagem pode ser feita conforme o veículo de sua preferência.

E aí está a segunda inovação da empresa. Ao cadastrar-se e tornar-se cliente, você receberá um cartão. Ele é usado para destravar o veículo escolhido quando o consumidor se aproxima - desde que a reserva do carro tenha sido feita antecipadamente.

E a reserva pode ser feita por hora. Você escolhe o tempo em que pretende ficar com o carro - sem a necessidade de compromoter-se, pelo menos, com uma diária. Dessa maneira, se o consumidor decidir alugar um Ford Focus em Chicago, vai pagar US$ 7 por hora - o aluguel por dia custa US$ 66.

Atualmente, a empresa conta com uma respeitável frota de quase 9 mil veículos e conta com quase 700 mil clentes cadastrados. O sucesso da empresa também pode ser medido pelo número de funcionários necessários para manter a operação funcionando: 700 pessoas trabalham para a Zipcar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.