Reprodução
Reprodução

Empresa desenvolve capacete que serve como uma "caixa preta" para ciclista

Equipamento tem câmeras que começam a filmar após impacto do acidente

ESTADÃO PME,

25 de março de 2013 | 16h14

Depois de um dos funcionários sofrer um acidente enquanto andava de bicicleta, a empresa norte-americana Chaotic Moon desenvolveu um capacete para gravar imagens do que ocorre após o impacto. A ideia é que o equipamento funcione como uma espécie de caixa preta em caso de acidentes.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

De acordo com o site Springwise, especializado em rastrear boas ideias de negócios ao redor do mundo, o capacete é equipado com sete pequenas câmeras para proporcionar uma visão de 360 graus. As câmeras podem gravar até duas horas após serem ativadas com o impacto do acidente.

Com o capacete, mesmo que o ciclista fique inconsciente após a queda, as câmeras continuam a coletar provas, como a placa do veículo. O preço do produto é estimado em US$ 300 e a empresa estuda o licenciamento do capacete com empresas de artigos esportivos.

Também existe no mercado uma "ciclovia virtual". Trata-se de um produto que emite luzes de segurança para a formação de duas linhas paralelas no asfalto. Segundo o site Bike Forever, o sistema de iluminação serve de alerta aos motoristas quanto a distância segura de uma ultrapassagem, oferecendo maior segurança ao ciclista durante uma pedalada noturna. O produto custa R$ 85.

Na próxima quarta-feira, dia 27, a edição impressa mensal do Estadão PME vai trazer uma reportagem especial sobre pequenos negócios que crescem por conta da expansão do uso da bicicleta em São Paulo. Confira a reportagem no site ou na edição impressa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.