Reprodução site
Reprodução site

Empresa desenvolve aparelho que permite a uma pessoa com deficiência grave voltar a andar

Empresa Parker Hannifin assinou contrato de licenciamento com a Universidade Vanderbilt

ESTADÃO PME,

10 de dezembro de 2013 | 06h40

Matéria atualizada às 14h30 de 14 de janeiro de 2014

A tecnologia e a inovação podem ajudar - e muito - pessoas com algum tipo de deficiência. E esse parece ser um bom campo para empreendedores de todas as partes do mundo. O principal desafio é ter dinheiro para investir no desenvolvimento do produto e, o principal, o item deve ser de fundamental importância para quem realmente tem um problema.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

A Indego parece ter chegado lá. A Parker Hannifin, líder global em tecnologias de movimento e controle, anunciou em outubro uma parceria com a Universidade Vanderbilt para desenvolver, fabricar e vender o equipamento, que recebeu o nome comercial de Indego.

O dispositivo ajuda uma pessoa com sérias lesões na espinha dorsal - ou problemas motores, por exemplo - a andar novamente. O vídeo abaixo mostra o produto em uso por um paciente que teve uma série lesão em 2002.

De acordo com o doutor Ryan Farris, líder do desenvolvimento da tecnologia na Parker e co-inventor do dispositivo, produto melhora a qualidade de vida de pessoas que só conseguem se locomover por meio de uma cadeira de rodas porque, com a locomoção que o aparelho permite, ele elimina uma parte dos problemas de saúde relacionados ao fato da pessoa ter seus movimentos limitados.

"Ver pacientes confinados a uma cadeira de rodas tendo a oportunidade de ficar em pé e caminhar novamente é gratificante e inspirador", afirmou Ryan em comunicado à imprensa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.