Rafael Arbex
Rafael Arbex

Empreendedorismo na crise abre segundo dia da Semana Pró-PME

Debate entre especialistas joga luz ao tema e apresenta saídas para o empreendedor, destacando a mudança de comportamento

Letícia Ginak especial para, O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2017 | 11h55

Crise ou criatividade? Foi com essa pergunta que Lucas Foster, fundador do ProjectHub, abriu sua fala sobre o tema nesta manhã de sexta-feira, no segundo dia da Semana Pró-PME. A crise foi tema do debate, que contou também com a presença de Samir Iásbeck, criador do Qranio, e Marcelo Nakagawa, professor de empreendedorismo e inovação do Insper.

Os especialistas acreditam que é possível sair mais forte da crise e que o empreendedor por oportunidade pode se beneficiar no período. De acordo com o Nakagawa, "as clínicas médicas populares são um exemplo de negócio em expansão e que surgiu devido à crise, momento em que as pessoas perderam seus empregos e com isso o benefício do plano de saúde.

:: Pedro Herz: 'Não existe negócio sem risco'::

:: Business game envolve participantes em situações reais do mercado na Semana Pró-PME ::

Iásbeck compartilhou a experiência que teve no Qranio em plena crise, momento que coincidiu com a mudança da empresa que era exclusiva para o mercado B2C e passou a investir também no B2B. “A receptividade do produto foi quase 100% e em termos de resultado, não tivemos impacto positivo ou negativo, foi normal. O que aconteceu é que as empresas ficaram mais receosas de investir em determinados produtos, o que pode ter atrasado um pouco a contratação do nosso serviço”, diz.

Foster ressalta que o processo criativo é a grande arma pra sair da crise. “A gente tem que olhar para o próprio negócio e reconectar as possibilidade para criar o novo em um cenário como esse”, ressalta. 

Tudo o que sabemos sobre:
EmpreendedorismoInsper

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.