Empreendedores criam skate elétrico que dispensa habilidade do usuário

Para acelerar o Zboard 2, basta inclinar o corpo para frente

Estadão PME,

11 de fevereiro de 2015 | 07h12

Em 2012, o Zboard era um projeto de skate elétrico que prometia ser uma grande oportunidade de negócios para dois estudantes universitários que o criaram com o objetivo de obter transporte rápido e barato dentro do campus da universidade onde estudaram. Na época, o produto foi um sucesso em campanha de financiamento coletivo no Kickstarter.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Em 2015, os empreendedores aparecem com uma versão mais avançada do que a primeira. O Zboard 2, como o nomearam, atinge 32 quilômetros por hora e tem uma autonomia de 39 quilômetros percorridos com apenas umas carga de bateria. A primeira versão tinha apenas 16 quilômetros.

O que mais chama a atenção no equipamento, no entanto, é que ele requer pouca - ou nenhuma - habilidade. Para acelerar, basta inclinar o corpo levemente para a frente. O Zboard 2 tem duas lâmpadas de led que funcionam, respectivamente, como luz de freio e um pequeno farol.

Para produzi-lo, Ben Forman e Geoff Larson, criaram uma outra campanha de financiamento, mas agora no Indiegogo. No ar desde o dia 6 de janeiro deste ano, a ação já angariou US$ 370 mil. A meta inicial era de US$ 50 mil.

:: Confira o vídeo sobre o Zboard ::

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.