Reprodução Site
Reprodução Site

Empreendedora cria metodologia com ilustrações para ensinar chinês

Chineasy envolve desenhos feitos com os caracteres chineses

ESTADÃO PME,

11 de agosto de 2013 | 08h15

Nascida na China, mas agora morando em Londres, a empreendedora Shaolan Hsueh percebeu a dificuldade de ensinar os caracteres chineses para seus filhos e resolveu criar uma metodologia divertida para tornar o aprendizado mais fácil. Ela criou o Chineasy, que utiliza ilustrações divertidas para o aprendizado da leitura dos caracteres.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

O projeto já atingiu a meta no site de financiamento coletivo Kickstarter e tinha arrecadado 79.621 libras até a manhã desta quinta-feira, dia 8, de 2.172 apoiadores. O Chineasy continua no Kickstarter por mais alguns dias.

De acordo com o valor da ajuda, o apoiador recebe uma recompensa, como uma tatuagem temporária, uma capa para iPhone, o livro ou um e-book com a metodologia e até uma ilustração personalizada do próprio nome.

O método envolve o aprendizado por meio de ilustrações simples com os caracteres chineses. E a partir de um bloco de ilustrações, o aluno pode construir novas palavras e frases. No texto de apresentação do Chineasy, a empreendedora explica que existem milhares de caracteres, mas nem todos são necessários para a compreensão da linguagem. E que com os 200 mais utilizados, uma pessoa é capaz de compreender cerca de 40% da literatura chinesa básica. O truque é saber como construir frases usando esses caracteres.

:: Veja um vídeo em inglês sobre o Chineasy ::

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.