Divulgação
Divulgação

Empreendedora abre bar sem álcool na Inglaterra após pai morrer por alcoolismo

Redemption, na Inglaterra, segue a onda de estabelecimentos ingleses que buscam clientes que não ingerem bebidas alcoólicas

Estadão PME,

15 de janeiro de 2015 | 15h34

 Em um primeiro momento, o Redemption Restaurant é um bar que pode fazer o cliente acreditar que foi aberto com base em algum conceito naturalista, com um menu livre de álcool e produtos industrializados. No entanto, este estabelecimento de Londres, Inglaterra, surgiu com a estratégia de vender bebidas sem álcool depois que o pai da dona morreu em decorrência do alcoolismo. A história ganhou destaque no no jornal inglês The Guardian.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

"Meu pai morreu porque bebia muito, e eu podia ver este padrão aparecendo em mim", contou Laura Willoughby para a BBC Brasil, empreendedora que viu no drama pessoal vivido uma oportunidade de negócio que tem tudo para dar certo em países como a Inglaterra - a Europa vem sistematicamente reduzindo o acesso das pessoas às bebidas alcoólicas, seja por meio do aumento de impostos, restringindo o horário de funcionamento dos bares ou aplicando punições àqueles que são flagrados bebendo na rua.

A ideia de Laura, que abriu o bar ao lado de uma sócia, Catherine Salway, é oferecer às pessoas uma oportunidade de diversão sem que isso seja prejudicial a elas no dia seguinte ou "criar um templo de calma sóbria em meio a uma cultura dominada pela bebida", disse ao Guardian. Para abrir o Redemption, as sócias desembolsaram R$ 198 mil e planejam abrir mais dois bares neste ano.

A Inglaterra atualmente vive uma onda de bares que seguem a mesma linha do Redemption. Chamados por lá de "dry bars" e frequentados pelos "soberistas", estes bares têm aparecido em centros importantes do país, como Newcastle, Lancashire, Nottingham e Liverpool, por exemplo. O número de pessoas que preferem ingerir bebidas livres de álcool tem crescido na Inglaterra.

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (ONS, na sigla em inglês), a proporção de pessoas que relatam consumir álcool durante a semana caiu nos últimos oito anos: 72% dos homens e 57% das mulheres o fizeram em 2005. Mas, em 2013, o respectivos números haviam caído para 64% e 52%.

Os drinques servidos no bar de Laura Willoughby e Catherine Salway levam no lugar do álcool bebidas a base de extrato de beterraba, água de coco e sucos de frutas diversas, além de chás e cafés.

via BBC Brasil e The Guardian.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.