Empreendedor ganha espaço com site especializado em produtos diferentes

Mesa de bilhar Ford Mustang, saco de dormir tubarão....parece ser possível encontrar de tudo no This Is Why I´m Broke

ESTADÃO PME,

11 de janeiro de 2012 | 06h30

O norte-americano Adam Freedman tem apenas 25 anos e prefere ser chamado de ‘desenvolvedor amador de websites’, não como empresário. Mas ao que tudo indica, a inovação criada por ele – um site que reúne produtos, digamos, descolados (para não dizer estranhos e bizarros) – tem tudo para transformar-se em um negócio bastante rentável nos próximos anos.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

O conceito do This Is Why I´m Broke é esse mesmo: reunir em um só lugar produtos diferentes que possam ser adquiridos pelos interessados na própria internet.  Assim, em uma rápida visita pelo site, pode render ao internauta a aquisição de um saco de dormir que imita um tubarão,  um interruptor de luz com botões de vídeo game e, porque não, uma exclusiva mesa de bilhar construída como se fosse um Ford Mustang.

O projeto começou em junho do ano passado. Desde então, tamanho é o sucesso, Freedman já precisou de um servidor mais potente para manter sua invenção no ar. “Eu nunca imaginei que o site seria popular”, afirma ele ao Estadão PME.

O sucesso do This Is Why I´m Broke também fez Freedman iniciar o planejamento que tornará possível vender os produtos que agrega no site – a maioria deles não paga nada pelo serviço. “Não somos especialistas nessa área, por isso, estamos fazendo tudo com calma em benefício de nós mesmos e dos nossos potenciais consumidores.”

Seja como for, esse projeto já mudou a vida do empresário, como ele mesmo admite. “Eu comecei a trabalhar no site todos os dias depois que chego em casa do meu emprego habitual. Assim, eu trabalho até as...basicamente eu não tenho mais vida”, brinca.

Como achar um nome?

Algumas etapas da criação do site ilustram bem as dificuldades pelas quais passam a maioria dos candidatos a empreendedores. No Brasil e no mundo.  A primeira delas foi a escolha do nome. “O nome original do site era ‘I´ll Take Tem.com, em referência aos produtos, tão sensacionais, que você gostaria de comprar dez deles. Mas eu logo percebi que ele era horrível”, afirma Freedman, que ainda enfrentou a decepção de pensar em um nome que já havia sido registrado.

Além desses problemas, o empresário vive a angústia da expansão. Ele precisa fazer o projeto crescer, mas ainda não sabe exatamente de que maneira. “Pedidos internacionais são muito freqüentes, por isso, eu sei que existe uma grande demanda por isso. Ultimamente, o plano é oferecer o serviço, mas como estamos começando a vender produtos por conta própria, eu realmente não sei quando estaremos prontos para isso”, conclui.

Tudo o que sabemos sobre:
Siteinovaçãothis is why i´m broke

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.